Poesias

A saudade chora dentro do meu corpo

Muitas vezes olho para o tempo, aonde estar você, pergunto ao meu senso

Intensamente eu a amo, mas o destino foi  cruel

A saudade chora dentro do meu corpo

Acordo nas madrugadas  sinto a falta de você

Noites frias abaladas pela tristeza que não ter fim

Manhãs de solidão sem alvorecer que chora

Minha vida esta complexa nela a dor se anexa

Estou tão in saliente, vivo essa dor demente

Friso um tudo até o meu silêncio esta mudo

Te amei, coisas a ti eu jurei,  o meu amor a você sempre eu me dediquei

Vivo em  um universo magoado não sou mais amado

Essa desilusão vivendo hoje estou em um mundo isolado!  morrendo

Autor: José Carlos Ribeiro       

13/04/2017

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e das Poesias.

Join Casa dos Poetas e das Poesias

Comentários

  • Excelente belíssimo amei
  • Adm

    Como sempre encanto e emoção estão atuais em todas as suas composições.

  • Adm

    Um lindo poema confissão.

    Parabéns José e Feliz Páscoa.

  • Parabéns, poeta, poema lindo, cheio de amor e saudade... Abraços, paz e Luz!!!

  • Adm

  • Adm

  • Muito lindo e sentido seu poetizar, muito romantismo em cada verso de amor. Parabéns nobre poeta José Carlos Ribeiro, pela excelente partilha. Boa noite e Feliz Páscoa!

This reply was deleted.
CPP