Poesias

A tristeza cai sobre as folhas dos meus pensamentos

Sentado no banco da vida , não sei o que fazer

         Quem chora não são meus olhos, são lágrima do meu corpo que sofre

              São forma que os desencantos gritam, algo parece não existir

                  A outros sonhos, mas tudo se eleva ao amor

                     Tenho medo de querer amar novamente

                         Não há esqueci, não consigo tira-la de minha mente

                             Você si foi estou ficando demente

                                 Algo  passa pela dor, sussurra o tempo que vai pelo destino

                                    A tristeza cai sobre as folhas dos meus pensamentos

                                        Estou naquele estágio de sofrencia

                                          O meu ser esta em decadência por causa de sua ausência

                                             Vivo nos becos da amargura o meu viver me desfigura

                                                Grito pela vida,  por você

                                                     Até mesmo a saudade me abandou

                                                         Arrasado, assim eu estou

 

 Autor: José Carlos Ribeiro

19/03/2017

Imagens google

 

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Só o amor explica os mais belos sentimentos dos olhos onde algo se revela insanamente
Um tudo que grita dentro de nós ovacionando os plenos desejos

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Belíssimo poetizar, com uma profundidade ímpar. Parabéns e aplausos mil nobre poeta José Carlos Ribeiro. Tudo show! Boa noite!

    • É a dor do nosso amor que insana o nosso ser, momentos que nosso olhos se desiquilbram em lágrimas

       

      Meus agradecimentos poetisa

  • Contemplo vir aqui absorver desse abundante manancial de palavras. 

    • Você vindo  aqui , é somente alegria para mim

      Sua palavras são como os ventos me tocam,profundamente

  • Parabéns, poeta, poema lindo, cheio de saudade e desejo... Abraços, paz e Luz!!!

    • Obrigadom poeta.

      Um amor unaudívem onde as lágrimas se escondem nas facer do amor em forma de dor

  • Lindamente triste teu poema, poeta José Carlos!

    O amor faz essas coisas com a gente: entra em

    nossa vida e sai deixando esse ocaso triste e

    solitário! lindo!  Bjs.

    • Meus agradecimentos poetisa.

      A solidão se faz nos momentos que o desamor acontece dentro do nosso ser

  • Às vezes é assim o momento do poeta

    triste solitário, vagueando na penumbra do tempo

    rodeado de solidão. Belo e introspectivo poema

    Meus aplausos

    FC

    • Obrigado poeta pela lindas palavras

      O poeta também chora por amor, amor que ele se trasforma muitas vezes em sentimentos de dor

This reply was deleted.
CPP