Poesias

Amante da natureza

Confesso que amo a natureza,E a defendo sem pensar duas vezes,Sou contra queimadas e arrancadas de árvores,Contra a caçada de animais.Ela sempre cuida da gente,Nos fornece alimento e abrigo,Então por que a destruir,Tirando o desnecessário.Não me refiro à todos,Mas a aqueles que acabam com faunas pelo poder, pelo dinheiro.Ele nunca vai comprar a beleza natural,Ele nunca vai ressarcir esse prejuízo.Ele não vale mais que eu ar belo e puro.
Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Suzana Sahira

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

CPP