Poesias

AMAR

É pouco o amor que não resiste às amarguras,
É triste o amor sem beijos,
É pálido o amor que não sorri,
O amor não precisa de espelhos.

Nas fronteiras que limitam vida e morte
O amor se coloca em meio destino,
Nem o sonho de ser eterno,
Nem a sombra de tão verdadeiro.

O amor por inteiro
É parte do amor verdadeiro.

Reflete na saia luminosa da lua,
Desprende-se do retrato na parede,
Supera o sono em suspiros,
Espera seu dono na porta.

Não importa amar sem ser amado,
Por vezes, um pode mais do que todos.

O amor tem sua tradução nos tolos,
A mentira que nos faz feliz,
O momento que nunca passa,
O perdão que nunca termina.

Amar é germinar no corpo
A semente maior do tempo,
A que cresce em pensamento
E que dá frutos pela vida inteira.


Mário Sérgio de Souza Andrade - 05-03-2017

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • "Amar é germinar no corpo, a semente maior do tempo"...Perfeito poeta. Parabéns.

  • Versos maravilhosos! Parabéns! Bjs

  • Bela poesia, li e reli, amei! Boa noite, Mário Sérgio.

This reply was deleted.
CPP