Poesias

Carpe Diem

CARPE DIEM*

Vençamos os muros,
Sem voos, sem asas,
Sem pejo que atrasa
O prazer que te juro.

Vivamos o agora
Sem aceitar pôr
Entre folha e flor
As longas demoras.

Sussurro e gemido
De dor ou de gozo
É bem duvidoso
Durar nos ouvidos,

Mas ficam na mente
Gravados a fogo,
À força dos brotos
De velhas sementes.

(E. Rofatto)

* carpe diem: expressão latina cujo significado é "aproveite o dia", viva o presente intensamente.

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

E. Rofatto- formatação by livita

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Show! amei!
    E vamos aproveitar o dia!
    : )
    • Grato, Elaine!

      Fico feliz em te ver por aqui! Um abraço!

  • Muito bem feito Edvaldo, como sempre.

    • Grato, Margarida!

      Admiro muito seu bom gosto na publicação das imagens e fico curioso acerca de como faria beleza com as palavras...

      Sinceramente, acho que tem muito a nos dizer.

  • Poeta e Professor Edvaldo Rofatto, meus respeitos.

    Me emociono ao ler esse poema. Sensibilidade á flor da pele, ele me tocou profundamente.

    Há algum tempo resolvi viver um dia de cada vez, sem pensar no que passou e nem no que virá.

    Viver o hoje e esquecer os sentimentos negativos de ontem, guardar somente os momentos e coisas boas que aconteceram.

    Dormir em paz e esperar o amanhã.

    Não podendo viver o dia intensamente, pois todo ele está sendo dedicado à minha querida mãe, me contento e fico feliz com

    a saúde, força, habilidade e tudo o mais que recebo de Deus. Assim vou tocando meus dias, que sei também que é uma fase.

    Mas me ative na segunda estrofe onde estou refletindo...e confesso não sei o que dizer.

    Quão grande é sua sabedoria que coloca em poesia o nosso "carpe diem" e faz-nos refletir.

    Discussão para horas...mas a emoção me faz parar.

    Parabéns pela inspiração e obra prima.

    Grande abraço da amiga Veraiz Souza

    • Minha amiga Veraiz! Senti sua falta aqui na Casa!

      Acho que o tempo nos traz essa percepção: um dia de cada vez, filtrando o que se deve guardar e o que precisa eliminar, favorece nossa paz.

      Como você se referiu à segunda estrofe, vou comentar: sempre gostei de botânica, e quando descobri que as flores eram apenas folhas profundamente transformadas, fiquei perplexo. Comecei a achar que a nossa vida é um longo estágio para nossa transformação, afinal, se isso acontece à planta, que dirá a gente...

      Hoje, menos afobado, acho que o momento vivido é suficiente em si: extraia-se dele o melhor ensinamento e a melhor emoção  e não será preciso programar o futuro, pois a natureza cumprirá seu curso. "Ser folha" também é um momento de reconhecer a beleza desse estágio - cada um tem o seu encanto particular, não se deve esperar "ser flor" para descobrir ,só nessa fase,o que é beleza.

      Fico agradecido pelo carinho da conversa e envio-lhe meus votos de  muita saúde para sua mãe e muita força para você. Deus à frente, em todos os momentos.

      Um forte abraço, minha amiga!

    • Grata pela resposta carinhosa Edvaldo Rofatto.

      Que bom ser folha, acho que ainda estou nesse estágio para ainda desabrochar numa linda flor.

      Tudo tem sua função nesse Planeta em que vivemos, enquanto as flores perfumam e dão beleza aos olhos, as folhas limpam o ar e o transforma para que possamos viver.

      Com sua explanação, gostei de ser folha...acho que é essa mesma a minha missão....cuidar da vida, como fazem as folhas.

      Minha mãe não é a primeira pessoa que cuido. Um dia conversaremos sobre isso e espero entender melhor para que estou nesse mundo.

      Filosofia é bom e eu gosto. Como você gosta de Botânica. Muito estudo para se entender...rs

      Espero um dia ter essa conversa, não para desabafar e reclamar , mas sim, para um aprendizado maior.

      Grande abraço

      Veraiz

  • Parabéns, poeta amigo, poema lindo, primoroso, adorei. Sou seu fã. "O passado é para a misericórdia, o presente é meu e, o futuro a DEUS pertence..." Abraços, paz e Luz!!!

    • Grato, Ilário! Sim, é isso mesmo, do jeito que você distribuiu os três tempos! Concordo plenamente! UM abraço!

  • Seus escritos são perfeitos , irretocáveis

    Tudo que temos nesta vida de concreto é o presente pois o amanhã é incerto 

    Buscamos sonhos dentro de nossas interrogações mas no fundo sabemos que este amanha pode não nos pertencer

    APLAUSOS MIL PARA TÍ TALENTOSO POETA

    GRANDE ABRAÇO

This reply was deleted.
CPP