Poesias

CARTA INGRATA

CARTA INGRATA

A minha paixão
Rasguei na rua
Contigo ao meu lado
Na passarela nua.

Chorado atirei
Soluçando rasguei
Carta que balbuciei
E não acreditei.

Molhada ali
Perdida não reli
Sempre com grilos
Uma flecha reacendeu
Naquela morena que morreu
Quando a ti perdeu.
13:53, 19-03-2017, Jey Lima Valadares, Itagibá

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP