Poesias

Ciranda da Terra

Ela é esférica a circular no universo imenso,
O Sol é o seu foco para um giro permanente,
Em seu eixo a rotação a realizar-se plenamente.
Em meio a outros astros ela faz a translação num espaço extenso.
É a Terra, nosso lar, nossa casa, nosso chão num balé magistral a dançar intensamente.
Ela recebe a luz do sol,
Recebe também o brilho das estrelas,
O azul dos mares e o verde das matas realçam sua beleza que é comovente,
E, assim, a Terra a fazer sua ciranda eternamente

Francisco Martins Silva

Uruçuí-PI-Brasil

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    Poema e imagem em sintonia.

    Parabéns Francisco.

  • Parabéns, poeta, belíssimo poema, adorei. Saudações a mãe Terra. Saudações a Gaia... Abraços, paz e Luz!!!

This reply was deleted.
CPP