Poesias

COMO PASSAROS SOLTOS

 

"Nunca te escondas entre algo para fugires de tudo.

Voa, como os pássaros soltos voam e vê a vida lá do alto,

do topo das arvores, do alto da mais alta montanha,

tendo o Céu como fundo, tendo a vida, a tua vida, como objetivo"

 

 

Pergunto-me..

que sentir o teu?

Para onde pensarás ir?

Se é que o pensas.

Pois aí estás..

Aí ficas.

Aí vives, já morto.

Aí dormes já acordado.

Aí não sonhas,

pois julgas teus sonhos

já terminados.

 

Pergunto-me,

se não gostarias de ir

onde os pássaros soltos vão?

Se não gostarias de ter Alma

e ela por si, Coração..?

Se não gostarias de ter companhia

para além da solidão?

Aquela solidão que te mata,

que se agarra a ti,

que nunca se farta

 

Vem,

para onde os pássaros soltos vão.

Para onde voam todas as esperanças

e os sonhos de um Coração.

Que ainda lembra

e guarda com saudade,

o sonhar de quando criança.

 

Voa,

para onde os pássaros soltos voam.

Para onde terás sempre razão.

para uma razão de viver

e nunca mais te perderes da Esperança

 

Pergunto-me,

Que sentir o teu?

Quando descobrires que afinal há vida,

que também já és, um pássaro solto

e que o outro sentir que tinhas,

depois de te descobrires,

depois de outros sentires,

esse sentir, ficou morto.

 

Voa então..como um pássaro

Que se quer sempre solto

 

António Portela

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Gestores
    ' Voa , feito um sonho desvairado... Desses que a gente sonha acordado...voa, coraçao esvoaçante... Feito um pássaro gigante...contra os ventos do pecado... (Jessé).... Magnífico vôo, Antônio... Encantadissima!!! Parabens !!
This reply was deleted.
CPP