Poesias

Cotidiano

Cotidiano

Vivemos em meio à tantas obrigações que nos esquecemos o quanto é bom andar despreocupados, descalços, pela areia da praia, tomar um sorvete sentado no banco da praça e caminhar de mãos dadas pelo parque a jogar conversa fora. 
Há momentos em que é preciso desacelerar, pisar no freio da corrida maluca da vida e apreciar a paisagem que ali está paciente, a esperar, para se tornar a atração principal neste enredo. 
Precisamos tomar consciência que a peça central de toda essa engrenagem somos nós e que sempre terá alguém para nos substituir caso tenhamos algum " defeito " ou paremos de funcionar. 
Por isso devemos nos lembrar que a casa sempre estará para arrumar, as roupas para lavar e passar e a comida por fazer mas, momentos especiais acontecem uma vez só. Não deixemos que o cotidiano nos tire momentos de risadas soltas, namoro na praia, apreciar o pôr e o nascer do sol, sessão de cinema com os filhos ( mesmo que odeie o filme).
O que importa são as lembranças que ficarão de cada momento, de cada agora em que deixamos, um pouco de lado, nossas obrigações e nos permitimos viver e ser luz na vida de alguém ou permitimos que alguém nos faça sorrir e acreditar que tudo na vida vale a pena.


Maria Angélica de Oliveira - 25/03/17 In Liga dos 7

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Angélica

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Um poema que esta dentro de nosso olhos aquele essência que pluraliza os momentos de nosso dias, do amanhã

    • Obrigada Jose Carlos.
  • Adm

    O perigo do comodismo é a rotina que envolve os dias.

    Parabéns pela reflexão, Angel.

    • Obrigada Edith!
    • Obrigada Nieves

  • Angélica, eu ainda continuo a olhar a beleza do mar, o brilho das estrelas, o prateado da lua, enfim, eu ainda observo e me encanto com as coisas simples, mas fundamentais para me sentir viva. Texto lindo e reflexivo! Bjs

    • Eu também o faço, na medida do possível... amo o mar, embora esteja longe dele agora... mas aprecio outras coisas...principalmente a lua... obrigada Marso por seu carinho.

  • Boa noite minha amada
    Eu concordo plenamente e estou entrando neste propósito
    Parabéns pelo belo texto
    Beijos de paz e luz
    • Obrigada Ana querida!!

This reply was deleted.
CPP