Poesias

Deisy

De certo ti amarei, 
como se todos os dias
fosse a primeira e ultima vez.

Como a primeira 
para meu respeito preservar.
Como se fosse sempre a primeira, 
para com ansiedade me motivar.

Como a primeira,
pois a real já não vamos lembrar.
Como a ultima, com a saudade lembrar-me 
que sou teu homem,
e nos meus braços não outra aconchegar.


Há meu amor.
Eu hoje quero ti encontrar 
tocar teu rosto, beijar teus lábios,
e por ti outra vez me apaixonar.

Ó minha linda. 
Nunca tenhas medo não.
Sei que não posso ti proteger do mundo,
mas ti protejo do medo, e dou-te as chaves deste coração.

És uma linda morena,
teu sorriso é a minha perdição.
Teus lábios o "limite do meu juízo"
pelo teu corpo fico louco te tesão.

Lucas Hêrique 

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Lucas Hêrique

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Parabéns Lucas !! Belíssimo !!!
  • Você sempre apresenta matérias novas que nos conectar na leitura.

  • .

This reply was deleted.
CPP