Poesias

DESTERRO

Desse reino de inveja, de mentiras e intrigas 
Eu abri mão e passei a compartilhar agora 
De um reino a quem apenas servirei outrora
De corpo e alma...O reino das formigas!

(Petronio)

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

CPP