Poesias

ESCOLHAS

 

Como pode, como fica

Que destino, que desdita

Sonhando com Maria

Estando acordado

Enfeitiçado

nos braços de Sofia

 

Como fica, como pode

Que maldade, que traição

O pensamento no João

Estando abraçada

Deslumbrada

Na cama com Tião

 

F.J.Távora

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Parabéns, poeta, poema reflexivo, lindo, primoroso, adorei. Tem tanto amor falso. rsrsrsrs Abraços, paz e Luz!!!

  • Adm

    Francisco, menino, tu podes acreditar que esta sociedade está cheia destes casos por ai, entre 4 paredes.

    Parabéns!

    • Tens razão, minha cara poeta. Entre quatro paredes e na mente de amantes apaixonados tudo é possível. Quis acentuar a diferença de percepção do ocorrido  entre o homem e a mulher. Enquanto o mesmo fato para o homem é considerado destino, para a mulher é dito ser maldade. Quis fazer meus os sentimentos da sociedade machista, quase sempre injusta com as mulheres. Enquanto o homem está enfeitiçado, a mulher está deslumbrada. O homem é considerado vítima, a mulher algoz. Gostei muito de seu comentário, daí ter-me estendido na resposta.
  • As escolhas que tomamos, sempre têm as suas consequências, porém fazem parte da vida, e nos ensinam. Gostei muito amigo José, parabéns, abraços.

    • Escolhas versus complexidade da alma humana. Daria um tema para profundas reflexões. Obrigado pelo comentário.

This reply was deleted.
CPP