Poesias

Espantando a solidão

Você foi minha musa preferida

Contigo minha vida era perfeita

Agora ela precisa ser refeita

Sangrou meu coração minha querida.

Nenhuma ofensa vai ser proferida

Não vou lhe fazer esta vil desfeita

Espero ter ficado satisfeita

Vou procurar curar esta ferida.

Sou figura tranquila, bem pacata

Até na dor a paz nela é plena

A vil vicissitude queda acata.

Vou comprar para mim Flauta Chilena

E com sua atitude caricata

Vou compor uma bela Cantilena.

ILÁRIO MOREIRA

13/09/2017

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Estamos diante de um eclético escritor- a sua bênção poeta ILARIO!

    • Obrigado, poeta amigo, pela visita e comentário gentil, fico muito grato. Sou seu fã. Você tem minha benção e de meus mentores e, que os irmãos dos altos nos abençoem sempre, querido. Dê-me sua benção irmão de fé. Abraços, paz e Luz!!!

    • Desejo que tenhas, por todos os dias da sua vida,
      a bênção de cada um dos Orixás!
      Que seus guias te conduzam rumo a tudo àquilo que você deseja.
      Desejo que nosso pai, Oxalá, te cubra com seu Manto Sagrado,
      fazendo sua vida repleta de bênçãos.

    • Obrigado, poeta, amigo e irmão, faço minha ás suas palavras, que os "irmãos, dos altos" sempre te guie e proteja. Sou seu fã. Abraços, paz e Luz!!!

  • Obrigado, pelo trabalho de formatação e som de fundo, adorei. Fico deveras agradecido. Abraços, paz e Luz!!!

  • Primoroso poema amigo Ilario 

    Espantando a solidão...escrevendo sempre com o coração

    Abraço fraterno

    FC

    • Obrigado, poeta amigo, pela visita e comentário gentil, fico muito grato. Sou seu fã. Abraços, paz e Luz!!!

This reply was deleted.
CPP