Poesias

FLORES DESBOTADAS

FLORES DESBOTADAS

Espinhentas e feia
Expostas nas mesas
Ardor de dor
No jardim murchou

Caminho de pedra a desbotar.

Descuidada sem lugar
Antes a solidão do meu murchar
Frias e sem respirar
Sem seu perfume
Feridas abertas em ti
A ilusão a roubar
Dor do beijo a anunciar.
12:03, 19-03-2017, Jey Lima Valadares, Itagibá

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e das Poesias.

Join Casa dos Poetas e das Poesias

Comentários

  • Adm

    As flores podem estar murchas, mas o poema é perfumado. Lindo! Bjs

  • Como disse um poeta. Há pensamentos

    iguais a flores...desabrocham para encher nosso

    mundo de perfume e beleza. Assim é este poema

    Meus aplauso

    FC

This reply was deleted.
CPP