Poesias

Adm

Jogo da vida

Jogo da vida

As águas correndo nos leitos dos rios,
floreiam meus sonhos no solo de Gaia,
em noite adornada de fina cambraia,
no jogo da vida, aquecendo meus brios.

O canto do boto a incitar desvarios,
em cada recanto das águas se espraia,
e até no luar sobre a areia da praia,
consagra os mistérios dos mitos lendários.

O esturro da onça rasgando a floresta,
proclama respeito, poder, majestade,
em todo o sistema cercado de vida.

No ciclo da chuva as sementes em festa,
do solo despertam na luz que se evade,
por todo o Bioma pautando o futuro.

Edith Lobato - 29/01/17

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –
Adm

Edith Lobato

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Excelente amei
  • Brilhante amei fantástico
  • Maravilhoso encantada
  • La imagen puede contener: texto

  • Maravilhoso excelente ameiíiii
  • Que maravilha de soneto Edith. Me lembrou a Campanha da Fraternidade desse ano : “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15). Amei. Parabéns!

  • ...e que o ETERNO PROFESSOR; continue a nos orientar nesse "jogo"!...

    Amei!...Aplausos querida-amiga-poetisa; aplausos e beijos fraternos.

  • Inspiração fantástica aplausos
  • Sonetos belíssimos são pérolas que fazem de teu atol poético. Eu estou aqui a aplaudir mais esta pérola rara. Bjs

  • Maravilhoso soneto nobre poetisa Edith Lobato, sensibilidade e pureza em cada verso de seu poetizar. Aplausos Mil! Boa noite!

This reply was deleted.
CPP