Poesias

Mapa do Tesouro

Mapa do Tesouro

 

Sai da tua casa,

para a terra que te mostrarei.

Amplia a tua tenda.

Estica as cordas.

Ouve o teu Deus,

se é que recordas.

 

Vós sois areia,

vós sois estrelas.

Venham à minha ceia,

vós também costelas.

 

Sim estrelas de Abraão…

Vós todos que aí estão.

Descendência da promessa,

por cima de tudo que aconteça.

 

Vós sois geração eleita,

que passarão a porta estreita.

Estrelas de Abraão,

que não foram após o dragão.

 

Sim, estrelas de Isaque,

que o diabo não levou a saque.

Estrelas… Descendência de Abraão…

Levadas por Jesus à salvação

 

Corpo e membros de Cristo!

Não pés da Babilónia, se é que insisto.

 

Fostes chamados para pregar o evangelho,

A toda a criança, jovem e velho.

Levar toda a verdade.

Pregar a santidade.

 

Sede santos porque Eu Sou Santo,

Sede puros, porque Eu Sou Puro.

Sede luz daqui para o futuro.

Sede vida mesmo no escuro.

 

Porei as minhas leis no vosso entendimento.

Usem-nas agora para vosso livramento.

As escreverei no vosso coração.

Disse o senhor, Deus de Abraão.

 

Mensageiros e profetas.

Sábios e poetas…

Diante de vós tudo pus.

Mesmo o meu filho Jesus.

 

Sim o meu filho!

Cabeça vossa, Igreja…

Que veio para remir Israel,

Cidade Santa, terra de Mel.

 

Sangue derramado.

O sangue do meu filho amado

Sangue purificador de águas…

Povos, multidões, nações e línguas.

 

Quero vê-los a emergir.

Andar sobre as águas, a sair.

Leves no pecado.

Andando no Espírito, lado a lado.

 

Isso é que é a minha Igreja.

Água pura que goteja,

as palavras da verdade.

Fontes da Eternidade.

 

Vós sois Israel,

com “L” de Linda Mulher.

Cidade de Emanuel.

Porta aberta a quem o receber.

 

Vós sois Nova Jerusalém,

Com “N” de Noiva Maravilhosa.

Para o Noivo que vem de Belém,

P’ra te buscar, Mulher virtuosa.

 

Mulher virtuosa, quem achará?

Mulher quebrantada, onde estará?

Jesus te achou ò bem aventurada.

Abraça o teu noivo, ò bem amada.

 

Pedra preciosíssima,

Cristal resplandecente.

Tesouro valiosíssimo,

Ouro puro transparente.

 

Exultem os céus,

Se alegrem os ares.

Num cavalo Branco apareceu,

Rei dos Reis, Senhor dos Senhores.

 

Rio da Água da Vida,

Do trono de Deus e do Cordeiro.

Para sempre por Jesus servida,

Para sempre o amor verdadeiro…

 

Mário Silva      (10/07/2015)

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e das Poesias.

Join Casa dos Poetas e das Poesias

Comentários

  • Adm

    Precioso poema!

    Maravilhosa mensagem.

    Parabéns!

    • Obrigado Edith! Realmente, para além da mensagem geral de salvação, está uma mensagem, acerca da descendência de Abrão, ser na Bíblia, a única comparada com estrelas... esse é o ponto alto...

  • Adm

  • Adm

    Que você continue com esse dom extraordinário, para que possamos seguir decodificando essas preciosidades. 

  • La imagen puede contener: texto

  • Parabéns, poeta, poema lindo, sacro, assim como crês, assim serás... Abraços, paz e Luz!!!

This reply was deleted.
CPP