Poesias

Mundo achado

Resultado de imagem para imagens surreais com golfinhos e pessoas

Mundo achado

 

Forjei um canto em minha voz

Mas calou-me o som

Então, no silêncio ouvi a melodia

Tão intensa, tão voraz!

Lancei olhar a este mundo

Vi magia em tanta vida

Seres encantadores sorriam

As plantas me reverenciavam

Bailando suavemente

Eu aqui sem jeito, um tanto

Empolgada, diria!

Larguei mão de ser certinha

Coloquei as mãos no céu

Apanhei umas nuvenzinhas

Tão fofinhas e geladinhas

Quando percebi tinha apanhado

Um anjo que dormia... sossegado

Uma luz alegre desceu, trilha de foguete

O anjinho me beijou e subiu bem de mansinho

Pulei no arco-íris e deslizei na fantasia

Encontrei um mundo achado

Fui recebida com marulhar de criancinhas

Brinquei como há muito não sabia

Resvalei mais um pouquinho

Tranquei em mim este mundinho

Cheio de cores e de amores

Viajo nas costas de um golfinho

Molho meu corpo de alegria

Movo meus olhos dentro de mim

Tenho infinita... infinita poesia

Jennifer Melânia

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP