Poesias

NÃO AMO AMOR VAGABUNDO

O  verso de amor canta

Promessa sempre me faz

Mas tua lira não é santa

Profano, queres meus ais!

 

Cá apenas observo

Tuas lindas armadilhas

A ti não me entrego

És, Don Juan da vida!

 

Prometes amor total

Porém amas apenas a ti

És grande gênio do mal

Na arte de seduzir

 

Assim, não perca seu tempo

Com belas armadilhas

Jogando versos ao vento

Pois não vivo  distraída!

 

Cá apenas observo

E nisto não me iludo

Razão  ainda conservo

Não amo amor vagabundo

 

ANA LUCIA  MENDES DOS SANTOS SAMPAIO

CLARA FÊNIX

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP