Poesias

O CHÃO DAS FLORES

O CHÃO DAS FLORES

Minha pele fria
Na grama a esquentar
O voo do passarinho
No grande temporal a cantar.

No canto da solidão
Misericórdia e pena
Ninho ou sorte fazendo dançar
A chuva cai
No dia a forrar.

Banhando o chão
Gritam os pingos
Vestiu as flores
Na guarda- solidão
Por novos flores virão.

O chão das flores
Virão esquecer
Sua pétalas aroma a florescer
Reservas da perfeição
De amor a reflexão.
11:51, 19-03-2017, Jey Lima Valadares, Itagibá

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Magníficos versos, Jey! Bjs

  • Parabéns, poetisa, poema lindo, adorei. Abraços, paz e Luz!!!

  • Sentidos que voam numa plenitude onde o amor se faz, que lindo poema

This reply was deleted.
CPP