Poesias

POR CAUSA DE UM DEDO

“Eu sou crente,

mas o meu dedo não é”

Essa foi a resposta que recebi de alguém

ao perguntar sobre a sua fé.

 

Na justiça de Deus os nossos erros

tem uma outra conotação.

O que para nós é pouca coisa, no Reino

dos Céus tem uma grande repercussão.

 

Hipocrisia e falsidade não são toleradas

no Tribunal do Reino do Senhor.

Falso arrependimento com lágrimas

não enganam o Redentor.

 

Por causa de um dedo o corpo

todo pode ir para o inferno.

Jesus é o Caminho para morarmos em

um local onde eternamente tudo é belo.

 

Aqui na Terra, um bom advogado

consegue soltar e inocentar um culpado.

Mas não entra no Céu aquele que

sente prazer em andar errado.

Eduardo Samuel Ferreira

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Parabéns, poeta, poema lindo, primoroso, adorei. Para portar uma arma tem que estar preparado e, assim mesmo corre o risco de cometer uma injustiça, já presenciei muitas... Abraços, paz e Luz!!!

  • Adm

    Mas uma vez Eduardo, a falta de prudência leva o homem a trilhar caminhos tortuosos.

    Parabéns pela mensagem.

  • Belo texto Eduardo! Parabéns! A vida se tornou banal e herói é quem tem mais cadáveres no curriculo.

    • Infelizmente você está certa amiga Angélica. A violência só aumenta. Muito obrigado. A paz.
This reply was deleted.
CPP