Poesias

Por trás das cortinas

Por trás das cortinas

Por trás das cortinas, minha alma canta.

Transbordo-me neste palco ilusório

Persigo-me nesta menção honrosa

Dou minhas cartas sem muitas modéstias

E me inspiro em versos e prosas

======================================

Em erros e acertos minha sombra acompanha

Caminha rente a mim com adivinhos sem fim

Me dita regras até na escuridão

Diz ser minha parceira e obreira,

Mesmo diante das minhas tantas cegueiras.

=====================================

Por trás das cortinas conto meus segredos

Dou-me por inteira sem regras, sem medo.

Acompanho minha alma em doces citações

Obedeço a seus vereditos sem tolas constatações

========================================

Por trás das cortinas...

Sou mais uma alma a cantar poesias

Até os céus hão de me contemplar!

Sou da terra, sou do tempo, sou do mar.

=================================

Por trás das cortinas...

Apresento minha coletânea,

em modernidade contemporânea

 

Simples assim... Selda Kalil

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    Parabéns Selda, sentir teu poema como uma olhar observador. É bom te ver novamente postando.

  • Belíssimo fundo musical (Fillis) parabéns!

This reply was deleted.
CPP