Poesias

Quando a esperança morre...


Quando a esperança morre

Noite sem luar.
Céu sem estrelas.
Tormenta em alto mar.
Deserto sem oásis.
Caminhos sem destinos.
Locomotiva sem freios.
Avalanche a soterrar.
Guerra sem paz.
Desencantos, desalentos.
Viagem sem volta.
Cortejo fúnebre.
Esquife sob a terra úmida.
Dias de lamúrias.
Esperanças mortas.

Maria Angélica de Oliveira - 10/03/17
Desafio Nieves: ¨Quando a esperança morre¨

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Angélica

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Comentário de Marsoalex:

    Marso querida, como sempre vc arrasa... obrigada pela formatação e pelo carinho!

  • La imagen puede contener: texto

    • Obrigada Nieves...
  • Belíssimos versos. A música deixa mais encantado..

    Resultado de imagem para gifs animados com mensagens de aplausos

    • Obrigada Iraci...
  • A esperança pode ter morrido, mas, a poesia está viva... bem viva!

    Show de poesia minha linda!

    Abraços!

    :)

    • Obrigada Elaine...
  • Você descreveu muito bem os sintomas de um sentimento. Parabéns Angélica. A paz.
    • Obrigada Eduardo... 

  • Adm

This reply was deleted.
CPP