Poesias

RECOMEÇO, TODOS OS DIAS

Comecei a viver hoje,
assim, como hei-de
começar amanhã, a viver.

 

A cada dia um ressuscitar,
um novo aprender,
um novo começar,
a viver.

Nenhum dia é igual,
nem quero que o seja.


Cada dia traz o seu bem,
o seu mal,
a sua alegria,
a sua tristeza
e a certeza,
de que nenhum é igual.


Que eu nunca assim os sinta.

Que eu nunca assim os veja.

Comecei a viver hoje
e sinto-me tão vivo.
Com meu filho, contigo,
com quem quiser ser amigo.

Tão vivo,
tão cheio de emoção,
neste compasso,
ora certo, ora tremido,
do bater deste coração,
de uma vida
que nunca foi vã.

Comecei a viver hoje
e hei-de começar,
recomeçar,
e tornar a começar,
se meu Deus assim o quiser,
tudo de novo, amanhã.

 António Portela

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

This reply was deleted.
CPP