Poesias

Adm

Reflexões

Reflexão

Mirando a juventude já passada,
diante do espelho a me indagar;
a me inquirir o tempo sem cessar,
sobre quem fui na força da alvorada.

Pergunta-me quem fui, quem sou na estrada,
que se ergue à frente deste caminhar.
Por que q'às vezes choro e lanço ao mar;
as lágrimas de dor, de amor, salgadas.

Que queres que te diga, amigo espelho?
Se trago sentimento rubro, enxangue
correndo nos sertões das minhas veias.

Em mim a cor que vibra é vermelho,
e na safena faz pulsar meu sangue,
quais forças que provocam luas cheias.



Edith Lobato - 24/07/17

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –
Adm

Edith Lobato

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Belo demais, Edith, lirismo e profundidade ímpares. Parabéns!

  • Maravilhoso fantástico
  • Maravilhoso, versos vindos do fundo da alma....Te admiro, grande poetisa!!!
    Parabéns!
    Bjsss
  • Lindissimo como tudo aquilo que você se propõem a fazer
    Parabéns amada
    Paz e luz sempre
  • Belíssimo ameiiiii aplausos poetisa
  • Maravilhoso, aplausos!!! Boa tarde, Edith! Flores para você.
  • Maravilhoso fantástico excelente amei
  • Lindas e profundas reflexões!

    Um primor de singelo poema!!!

    Meus aplausos.

  • Um soneto lindíssimo, muito triste e excelente reflexão! Bjs.

This reply was deleted.
CPP