Poesias

SEGUE MEUS LÁBIOS

E no seguimento de poemas de amor, pelas mulheres, por uma mulher. Aqui fica este escrito para oferecer à minha esposa.

Um dia muito feliz assim como têm que ser todos os outros dias , para voçês mulheres, maravilhosos seres humanos.

SEGUE MEUS LÁBIOS

Repara em mim,
segue meus lábios.

Deixa-me dizer-te
todas as razões,
pelas quais,
me fazem pertencer-te.

Segue meus lábios.

Que não te vão beijar
de forma natural.
Não agora,
que só se mexem
para que as minhas palavras,
as que saem silenciosas
do meu coração,
sejam lidas por ti.

Repara então em mim
e, todas as razões
que tenho e sempre tive
para te beijar
serão ditas também elas,
em forma de um beijo.

Suave mimíca,
que esta alma inventou.
Maneira diferente
de te dizer que te ama.

E, é para lá de qualquer desejo,
que sempre te amou.
Para lá de qualquer
simples beijo.
Muito para lá,
de uma simples chama.

Lê meus lábios então,
presta atenção por favor,
é meu coração a falar.

Fecha os olhos a seguir,
põe teus lábios a sorrir,
e agora, agora amor,
já me podes beijar.

António Portela

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Que belo António, parabéns à sua humilde alma, beijinho.

  • Beleza pura ameiiiii poeta ficou divinal bjs

This reply was deleted.
CPP