Poesias

Silêncio umbilical

O que ilumina a vida são todos aqueles momentos que pintam
A ingénua carícia expressando com calafrios o dócil gesto sorrindo
De olhos arregalados compilados num único apelo que declamo
Nestes versos insuflados de uma paixão imensa e refastelada

Assim fantasiei as nossas casmurrices caramelizadas
Numa gargalhada esfomeada…saborosamente condimentada
Revestindo cada sedutor momento onde radiantes engolíamos
Com paixão o vulto dos nossos seres empanturradamente pactuantes

Das muitas saudades que espreitam engalanadas logrei
Todos os desejos que por mim fluíam fadados, fintando a
Distraída métrica destes versos que regurgito quase insubordinados

Fiz uma réplica do silêncio que enlutava aquela solidão tamanha
Depurando cada lamento engasgado resvalando para o regaço do
Suscitado desejo onde instados acontecemos umbilicalmente legitimados

Frederico de Castro

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Frederico de Castro

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Tua imaginação foi longe! Lindíssimo! Bjs

  • Parabéns, poeta amigo, poema encantador, lindo, primoroso, sou seu fã... Abraços, paz e Luz!!!

  • O amor de Mãe pelo seu filho se ilumina de uma maneira diferente, ele clareá sua verdadeira semente de onde nasceu  um pedaço seu. somente maravilha nesse brilhante poema divino

    • Linda mensagem  JCarlos. Fico muito agradecido

      pela sua visita. Bem haja

      FC

  • Espetacular amigo! A paz.
    • Grato amigo pela gentileza

      Votos de dia feliz

      FC 

  • Como sempre na leitura dos seus textos me emociono muito.

    • Caro Sam fico grato pela sua gentil mensagem

      Abraço fraterno

      FC

  • Adm

    Beleza de poesia, Frederico.

    Aplausos ao teu momento sublime de inspiração.

    • Grato Edith pela gentileza

      Votos de dia feliz e em paz

      FC

This reply was deleted.
CPP