Poesias

Simplesmente ser humano

Simplesmente ser humano

Apenas um ser humano cheio de limitações.
Tantas falhas existe em mim.
Existe momentos que só sei calar.
Esperar a tempestade passar.

Hoje está doendo e a dor não quer passar.
Essa tempestade não quer passar.
Estou cansado de remar.
O meu barco tão pequeno.
E o mar bravio está.
Olho para o céu...
Deus
Vem me ajudar.

Não consigo nem falar
Lágrimas está em meu olhar.
Sou simplesmente um ser humano.
Aprendendo a amar.
Nesse mar bravio o meu barco sempre vai.
Entre ondas e angústias vejo nascer.
A esperança e o amor florescer.

Meire Perola Santos
14/04/2015
Hora 21:14

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Meire Pérola Santos

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

    • Obrigado amiga
  • Somos sentimentais, nosso sentido chora os momentos, gritam os instantes

    • Obrigado amigo
    • Obrigado amiga
This reply was deleted.
CPP