Poesias

Sobrevida

Resultado de imagem para gif filhos e netos

Somos pequeninos, minúsculos...

Só talvez a nossa grandeza emocional

ultrapasse o nosso recurso dos músculos

e nos refaça um ser racional.

Não perdi a onda de minha época,

nem me desfiz dos laços juvenis.

Sou de uma geração inequívoca

onde a experiência provém dos senis.

Pensar o inexato requer vivência,

contrariando estatísticas minuciosas

a exaltar a salutar sobrevivência

em meio a intenções maliciosas.

Tenciono ser exemplo para os normais,

que filhos e netos oxalá me exaltem,

enquanto vivamos, meros mortais,

na continuidade deste suportável Éden.

 

Rui Paiva

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    Vivemos o encontro diário com uma gama imensa de informações que atuam diretamente na opinião das pessoas sobre as coisas, por isto que devemos ser exmplo

    para os pequenos não crescerem tomando por certo tudo o que lhes chega, mas que possam ser pessoas que analisam e refletem sobre tudo.

    Bela composição, Rui.

    Parabéns e Destacado!

  • Profundo , sábio e belo poema existencial, querido Rui.

     Minhas reverèncias.

     Felicidades.

  • Parabéns, poeta, poema lindo, primoroso, adorei. Abraços, paz e Luz!!!

  • Maravilha de peça, Rui! Há tempos não o avistava por aqui, um prazer acompanhar a sua reflexão ir se desenvolvendo pelos versos - e ir concordando com os seus pontos de vista quando converge nossa compreensão sobre o que é ser e estar no mundo..

  • Passei por tua casa e deixei um recadinho bem cearense para desfazer tua gula por goiaba... magistral, Sam!

  • Diga-me grande menestrel Rui Paiva? Como você pode postar seu poema e passar por mi-ka-sa sem entrar? Deixo o meu apreço e minha admiração pelas suas letras, mas acredito que não é demais aplaudir! Eu acho que você abomina comer goiaba hein?

This reply was deleted.
CPP