Poesias

Tatuagem

Tatuagem

 

 

Os amores que se vão,

Deixa no coração uma marca.

Causando na vida uma cisão,

Que só tempo, inclemente, apaga.

 

Sentindo o coração pesar,

Lamentos ecoam a revelia.

Fugidios versos no ar

Criando a mais triste poesia.

 

Como posso o amor olvidar

Vendo em meu corpo a tatuagem?

Carregando consigo a recordação,

Onde outrora éramos um par.

 

Quando a marca for apagada,

No corpo só restará uma cicatriz,

Serei uma mulher libertada,

Contrariando o que o coração diz.

 

Posso dizer com convicção,

À sua imagem estou acorrentada

Pois estás em minh’alma impregnada

Não é livre meu coração...

LILIAN FERRAZ   Março/2017

 

 

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Lilian Ferraz

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Parabéns excelente fantástico amei
  • Admiro todos os seus trabalhos poetisa Lilian Ferraz. Parabéns! A paz.
    • Obrigada querido Eduardo! Um Bom final de semana a ti e seus entes queridos.Abraços

  • Adm

    • Agradeço a atenção e carinho.Abraços:)

  • Sei que sou repetitivo ao dizer-lhe da minha admiração pelo que escreve.

    • Muito obrigada talentoso poeta!Abraços:)

    • Oi Angélica! Muito obrigada pela atenção.Um grande Abraço

  • A tatuagem do amor perdura, assim como a da pele, é pra sempre. Lindos versos, Lilian! Bjs

This reply was deleted.
CPP