Poesias

TOCA O MOTORHEAD

Sangue que não pulsa ferve
Já tentou estar bêbado quando não devia?
Caneca após caneca nível após nível desce o vinho na garrafa...
Odiando as soluções fáceis ...
Deixando o Motorhead tocar bem alto
Sem fugir...por que as fugas cansam demais
Sem ficar por que a mente não esta mais la
Não esta mais em lugar algum
Vento batendo nas janelas
Gemendo nas curvas ingrimes da casa
Balançando as calhas
Urrando ...
Urrando...
Caneca após caneca...
Bebendo a fúria
Bebendo a biles
Brindando a caos
A noite escura
A estrada perdida
A motivos vazios
Bebendo...
Toca Motorhead toca...
RODRIGO CABRAL
Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

    O transtorno disto é terrível. O vício domina e afeta não só o viciado, mas os que estão ao redor.

    Feliz Aniversário.

  • UAU... ..

    Em primeiríssimo lugar Menino Poeta Rodrigo Cabral - ACEITE NOSSOS ABRAÇOS E CUMPRIMENTOS - Festejando o Teu Níver HOJE!!!

    Que a Felicidade lhe seja Constante - e por consequência natural - transbordante de Novas Inspirações!

    .

    Quanto a esta reflexiva Poesia... - Sei que um termo redundante mas o repito: GENIAL!!!

    ,

    Independente de tuas Crenças e Ideologias - Podemos (ou melhor ainda se VC fizer isso) = POSTAR ESTA POESIA NO GRUPO " Drogas "???

    .

    Se não desejar - NO PROBLEM... - É que "a meu ver" tem tudo a ver com tal Grupo!

    ...

    ABRAÇOS COM NOSSOS RENOVADOS APLAUSOS!!!! - gaDS

This reply was deleted.
CPP