Poesias

VAGO DA SAUDADE

VAGO DA SAUDADE

Atirando sonhos faça-me voar
Sentimentos desarruma minhas luvas
Meus pés na estrada vou refazer
Vago da saudade entre cachos a perceber.

Olhar pelos rostos inocentes
Lembranças do ai, ai, ai
Agregando enxurrada da dor no coração
Sob sol, sob chuva atiradas ao vento
Desse meu eu do extenso lamento.

Veio o tempo em número e ordem
Todavia achei o sofrimento
Pensando na vida não tenho argumento
Peneira soprando nas narinas o acontecimento.

Para zunir porque me toma a pomba
Perdido no tempo uma bomba
Hoje perdida levando pedaços que zomba
Amassei a saudade nos estilhaços de tromba.
13:55, 19-03-2017, Jey Lima Valadares, Itagibá

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • UAU... _ Que delicia de leitura onde as rimas cantam junto coma Poeta Menina!

    NOSSOS CALOROSOS APLAUSOS!!

    (...)

    Para zunir porque me toma a pomba
    Perdido no tempo uma bomba
    Hoje perdida levando pedaços que zomba
    Amassei a saudade nos estilhaços de tromba.

    (...)

    gaDs

  • Saudade... Por mais doída que seja, a poesia a transforma em beleza. Aplausos, Jey! Bjs

  • Belos versos, parabéns!  Bjs

  • A saudade é aquele sentimento que somente quem sente realmente ama. A saudade é a essência daquele momentos que ficou de duas alma que intensamente se amou

  • Lindo poema...saudade palavra sublime e às vezes tão fificil

    de expressar...ai,ai,ai

    Parabens amiga

    FC

This reply was deleted.
CPP