Poesias

VEM AMOR

 

Vem amor pousa em meu corpo

Como pássaro que cansado retorna ao ninho

Afasta os gravetos das dúvidas

Enlaço-te em meus braços com carinho

Venha amor!

Deixe que fale neste meu silêncio

E eu entenda teu silenciar!

Deite em meu colo e sinta...

Minha ânsia de fêmea

Meus sonhos de menina

Quero-te sem pressa...

Como chama da vela que queima em silêncio

Quero ser a brisa

Que te acalma neste momento

Vem amor!

 

Vem repousar em meu corpo

 

Tal qual o leito almejado

Pelo viajante cansado

Vem saciar a tua sede

Na fonte dos meus desejos

 

Vou tatuar o meu beijo

No teu corpo inteiro

Peço-te apenas...

Mantenha tua alma serena

Deixe que eu te possua

Neste momento derradeiro

Quero-te sem pressa

Venha amor!

Não digas nada!

Apenas sinta

Minha ânsia de fêmea

Meus sonhos de menina

Vem amor

Fique em silêncio

Deixe-me aprisioná-lo

Nessa louca liberdade

Vem amor...

 Vem ser feliz!

 

ANA LUCIA MENDES DOS SANTOS SAMPAIO -Clara Fênix

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Magnífico poema amoroso!! Sublimes e sensíveis versos apaixonantes, contagiantes!! Aplausos mil, poetisa!!! Bom dia!! Abraços e afetos.

    • Boa noite poetisa

      Muito grata pelo teu carinhoso comentario

      BEIJOS NA ALMA CHEIO DE PAZ E LUZ

  • É o sagrado momento que clama a alma para o encontro das almas que se completando, rumam em direção à felicidade!!

    Meus aplausos cara poetisa!

    Beijos fraternos.

  • Parabéns, poetisa amiga, poema lindo, primoroso, adorei. Abraços, paz e Luz!!!

    • NOSSA QUE LINDO SAFIRA

      MAIS UM MIMO QUE VOU GUARDAR COM TODO CARINHO

      BEIJOS

    • Ana que inspiração

      foi fundo e brilhou adorei bjos...

    • Obrigada minha flor

      Tua amizade vale ouro para mim

      Beijos

This reply was deleted.
CPP