Poesias

ZICO E ZECA

Vejam que euforia acordaram esses coelhinhos
Andam todos apressadinhos
Nem sabem onde querem chegar
Orelhudos e barrigudinhos...

Os coelhinhos esfomeados
Comem tudo com sabor
Capim vira sorvete
Cenoura o seu banquete...

Sabe que as orelhinhas compridas
É que o coelho é inteligente
Tem dois dentões afinadinhos
E os pelos todos branquinhos...

Olhando o céu até penso
Que vieram lá das nuvens
Saltitando assim contente
Indo para traz e para frente...

E a páscoa chegando
Os coelhinhos ficam felizes
Sai da toca vai à horta
Colhe cenoura se empanturra
E barriguinha se estufa...

E os coelhinhos invadiram
As crianças gritavam e pulavam
Tragam logo meus ovinhos
Eu quero bem gostosinho...

Irá Rodrigues

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Adm

  • Boa tarde meus queridos..

    Muito obrigada pela leitura e por cada belo comentário o qual me deixa de ego obeso...

    Resultado de imagem para gifs coelhinho da pascoa

  • Grato fico sempre ao ler seus textos tão melodiosos

    Aplausos e bem haja por partilhar estas pérolas extraordinárias

    FC

  • Parabéns, poetisa, poema lindo, adorei... Abraços, paz e Luz!!!

This reply was deleted.
CPP