Fórum

Adm

Vamos festejar a Primavera!

Terceiro Capítulo da 2ª Antologia Poética da

Casa a ser lançada no ano de 2017, editada nas mesmas condições

da Antologia do Sarau de Aniversário.

O Sarau das Margaridas ficará vigente pelo período de 01 a 15/11/16.

Tema:  Na paz do teu abraço

Cada poeta pode participar com 2 obras inéditas

Máximo de 25 versos --- Mínimo de 7 versos

Boas composições!

Participem!

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Gentileza da minha amiga Safira!

    • Grato, Safira! Ter a sua arte final é um privilégio imenso. (Sua ausência foi notada e sentida: muito bom vê-la de volta!)

  • POSSE

    Bem me quer, mal me quer…
    Cobria-se de dúvidas um tempo de paz.
    O que nos reservaria o futuro?

    Quisemos reter o que era livre
    E prendemos com alfinetes, em quadro de vidro,
    Borboletas roubadas das pétalas do ar.

    Um abraço estendera estrelas no chão,
    Céu de flores solares ao alcance das mãos.
    Desatamos nossos braços para a colheita.

    Agora que o pólen das margaridas
    Tingiu nossos dedos ávidos de tesoura,
    Mais valeria o pulsante jardim que a fúnebre coroa.

    (E. Rofatto)

  • Adm

    ATENÇÃO: ESTÁ REABERTO O SARAU DAS MARGARIDAS PELO PERÍODO DE 14 A 28 DE FEVEREIRO/18,  PARA TODOS OS POETAS QUE NÃO PARTICIPARAM NO PRAZO DE SUA PRIMEIRA PUBLICAÇÃO. INFORMAMOS QUE A SEGUNDA ANTOLOGIA DA CASA DOS POETAS E DA POESIA JÁ ESTA SENDO DIAGRAMADA, PORTANTO QUEM DESEJAR PARTICIPAR SIGA AS REGRAS ACIMA, COMPODO DUAS OBRAS SOBRE O TEMA: "NA PAZ DO TEU ABRAÇO", COM O MÁXIMO DE 25 VERSOS E O MÍNIMO DE 8. POSTE A OBRA ESCRITA E DÊ UM TÍTULO DIFERENTE DO TEMA À SUA OBRA.

  • Simbioticamente.

    É na paz de teu abraço que eu adormeço
    Na luz de teu olhar me sinto iluminada
    Qualquer coisa ruim em teus braços eu esqueço
    Porque em teu amor me sinto resguarda.

    Quando teu silêncio soa aos meus ouvidos
    Imprime teu amor no corpo e pensamento
    E lentamente invade os meus sentidos
    Fazendo eco nos meus sentimentos.

    Estás introjetado no âmago do meu ser.
    Em mim, tu és muito mais do que metade
    Tua presença completa o meu viver
    E faz a minha vida ser válida de verdade.

    E num amor sem distâncias, sem fronteiras
    Nós somos simbioticamente convertidos
    Em duas metades que se fazem inteiras
    Completamente pelo amor absorvidos.

    Marsoalex – 16/11/2016


  • Amor perdido



    Nosso amor era lindo, majestoso,

    inebriado pela paixão, flama.

    Até hoje atormenta, sim inflama,

    este feliz  ardor, belo, ditoso.

    -----------------------------------------------

    O desamor, saudade, tão vultoso,

    virou cruel masmorra, vil alfama.   

    Sendo para meu pesar, auriflama,

    mesmo tendo sofrido, foi gostoso.

    ----------------------------------------------------- 

    Hoje és para mim apenas, sombras,

    brumas, névoas, simples risco, traço,

    silhueta difusa nas  penumbras.

    ---------------------------------------------------

    Quero tocar, segurar o seu braço,

    seu dissipar, ausência, me assombras,

    desejo ficar na paz do teu abraço.

     

    13/11/2016

     

    ILARIO MOREIRA


    • Obrigado, poetisa, pela visita, você é como um Oásis em um deserto incomensurável. Abraços, paz e Luz a você!!!

This reply was deleted.
CPP