Gestores

CARA A CARA COM SAM – CIDUCHA SEEFELDER

 

Inicialmente, obrigado por ter aceitado bater esse papo conosco, é uma grande honra tê-la aqui no Cara a Cara.
É um prazer, poeta Sam.
S.M: Antes de entrarmos na entrevista, o que gostaria de falar sobre você.
Nasci em São Paulo tive uma infância e mocidade cheia de alegrias, casei com 18 anos e com 20 já era mãe. Tive 5 filhos e fui muito feliz no meu casamento não estava preparada para as vicissitudes da vida...Levei muitas rasteiras!
Comecei a rabiscar algumas letrinhas depois de perder meu companheiro e meu filhote mais velho. Acredito que as minhas poesias dizem tudo sobre mim.
Sinto-me bem, esbanjando saúde aos 70 anos não me sinto abatida por isso, me sinto muito mais jovem! O que eu ganhei? Liberdade: não tenho que provar mais nada. Vivo um dia de cada vez sem pensar muito como vai ser o dia seguinte, o ontem eu levo como experiências tanto as coisas boas como ruins. Gostaria de chegar até os 100 anos e sempre com muita alegria. Amo a vida. Toda idade tem sua beleza! Que me perdoem os contrariados com suas idades, o cirurgião plástico para Ciducha é desnecessário. Vocês nunca, jamais, em tempo algum me verão por lá!
Enfim, sou mulher, e como toda mulher, sou um poço de mistério.
S.M: Belos estabelecimentos os seus, Ciducha.
Você está de bem consigo, está de bem com a vida, e passa um pouco (ou bastante) disso para nós.

 

VAMOS À ENTREVISTA?
S.M: O que você leva em consideração na hora de analisar amizades?
CIDUCHA: Lealdade, simplicidade e transparência. E é preciso que haja uma empatia entre nós.
S.M: Qual é a sua filosofia de vida?
CIDUCHA: Viver intensamente sem magoar ninguém. Amar muito. O amor é o melhor ingrediente para ser feliz!
S.M: Quais as dificuldades mais comuns para o estabelecimento de uma relação após enlace matrimonial?
CIDUCHA: O mais importante pra mim é a parte sexual. Se não houver aquela química... parceria...e desejos compartilhados, a relação fenece.
S.M: À meia luz, no escurinho ou no claro?
CIDUCHA: No claro, por que não? Olho no olho...aflora o tesão.

S.M: Você já se deparou com alguma situação que o amigo te apresentou um diagnóstico e você achou que ele não teria condições de viver?
CIDUCHA: Já ,sim...e foi muito triste.
S.M: Mulher de estatura alta de sapatos de salto alto assenta com homem de estatura baixa?
CIDUCHA: Para mim, havendo atração é o principal.

S.M: Para ser um chefe de família de verdade, tem que mandar na mulher, nos filhos e no cachorro?
CIDUCHA: Claro que não. Existem outros quesitos para ser um bom chefe de família.
Ser trabalhador, se dar ao respeito, amar a família...e ser bom de cama.
S.M: Assédio sexual na ginecologia é repugnante! A coragem da mulher para denunciar é importante para coibir, frear e punir o assediador?
CIDUCHA: Com certeza! Foi se tempo que isso era tubu. tem que denunciar, sim!


S.M: Como trazer conforto a quem sofreu uma perda de um grande amor?
CiDUCHA: Nada a não ser o tempo. E quem sabe, um novo amor aparece. Perdi e ganhei grandes amores.
S.M: Quem foi traído precisa de espaço para sentir raiva, sem que as pessoas de fora olhem para ele como se estivesse pirado? CIDUCHA: A pessoa traída precisa colocar para fora sua angustia. É uma paulada, na verdade.
S.M: Você aborda também outros temas em suas construções literárias?
CIDUCHA: A minha poesia é autoral, reflexo da minha vida, dos meus momentos sejam eles de alegria, tristeza e de amor.


S.M: Entre estudantes, qual a diferença do insulto para o bullying?
CIDUCHA: Na minha opinião o insulto é mais grave
S.M: Quais seriam os temores mais comuns que um serial killer enfrenta ao saber que vai para cadeira elétrica?
CIDUCHA: Remorso, talvez?

S.M: Por que a fila do lado sempre parece andar mais rápido?
CIDUCHA: Apenas impressão. O tempo é variável igual para todos.
S.M: É proibido proibir, colocar limites? Ou é preciso ter limites sim?
CIDUCHA: Depende de qual situação. Mas impor limites quase sempre se faz necessário.
S.M: O que em sua opinião precisa se conversar mais e tomar cuidado com certos radicalismos?
CIDUCHA: Abaixo o radicalismo!
Sempre fui uma mulher muito bem resolvida
e abomino tudo que é radical.

S.M: Numa sociedade altamente racista, como encarar o preconceito racial?
CIDUCHA: Infelizmente ele existe. Abomino qualquer tipo de preconceito, até porque somos todos seres humanos, com os mesmos sentimentos, dores e alegria.
S.M: Cuidado para não errar na escolha! Rs rs rs 
Essa entrevista exige um adequado vinho ou uma saborosa pimenta? CIDUCHA: Vou ficar com a saborosa pimenta.

S.M: O que importa para você é resolver?
CIDUCHA: Sim. Nada de casos mal resolvidos. “Prefiro aquele “famoso:” e ponto.”
S.M: Qual a principal mensagem que você procura passar dentro da sua experiência de vida?
CIDUCHA: Amar ao próximo, se doar um pouco, olhar para os lados e se puder, faça algo para amenizar as necessidades do outro.
S.M: Conclua essa frase: Nada mais frustrante do que Ficar falando sozinha na hora H...................
S.M: “O que sabemos é uma gota, o que ignoramos é um oceano. ” - Isaac Newton “Nada é tão horrível quanto ser rico sem virtudes.”– Antoine de Rivarol.
Com qual pensamento você fica?
CIDUCHA: Antoine de Rivarol!


S.M: O índio deve esquecer sua herança cultural e adquirir hábitos da cidade?
CIDUCHA: Uma pergunta que tenho duvidas... Talvez para eles, ficarem na sua zona de conforto fosse menos ruim.
S.M: Qual seria sua reação diante de um animal que é caçador?
CIDUCHA: Se correr o bicho pega...se ficar ele te come.
S.M: Como expectadora já foi corrompida pelo bandido em algum filme? Ou ficou sem saber para quem torcer?
CIDUCHA: Muitas vezes fiquei na duvida... mas depende do bandido rsrs
S.M: O prazer só necessita da nossa vontade: se lhe abrimos a metade da porta, será que ele saberá conquistar a outra metade.
CIDUCHA: Com certeza...o prazer tem mil facetas...Pode ser prazeroso sozinho, a dois ...e só depende da nossa vontade. Pergunta difícil essa... continuo tímida rsrsrs.

S.M: Em ocasiões especiais você escolheria piscina térmica ou ofurô?
CIDUCHA: Acho que a piscina térmica seria o ideal em ocasiões que tais...
S.M: Em sua opinião, qual é a missão transmitida a um poeta?
CIDUCHA: Magia, amor, sensualidade e inspiração.
S.M: Qual etiqueta que faz questão de seguir e outra que prefere ignorar.
CIDUCHA: Etiqueta é caretice.

Um pedido clássico do Cara a Cara...
Faça sua leitura nessa imagem!

Uma mulher desesperada, avaliando se pula ou não.

 

Música de fundo
Moonligth Seranade

Deixe as suas considerações
CIDUCHA: Eu quem agradeço poeta amigo.
Foi com imenso carinho que tentei responder as suas perguntas, mesmo sendo reticente em algumas delas.
Como falei, sou uma mulher comum, adepta do amor em todas as suas instâncias, mas que apesar da minha alegria espontânea ou tímida.
Acho que fiquei te devendo essa, poeta e amigo Sam.
Meu beijo carinhoso, Ciducha

Muito obrigado, Ciducha!!
Agradeço novamente pela disponibilidade e gentileza!
Abraços hollywoodianos
Até a próxima entrevista!

 

 

 

Enviar-me um e-mail quando as pessoas deixarem os seus comentários –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Sam mais uma vez com sua elegância brilhou.

    Entrevista perfeita com uma mulher bela e poderosa.

    Parabéns aos dois personagens dessa fantástica leitura da alma

    Abraços

    • Obrigada por nós,Marcia querida

      Para mim foi uma honra e um prazer dar essa entrevista,apesar de ser apenas uma aprendiz de poeta,sem historico didático e escrever sobre (meus)amores,tristezas,alegrias e perdas.

      Um abraço apertado

       

  • Gestores

    LINDA E RADIANTE CIDUCHA!

    Amei ler um pouquinho mais da sua história, ver essas belas fotos, conhecer um pouquinho do seu caráter digno.

    Gratificante analisar que o que você transparece na entrevista, realça nas poesias.

    Desejo a beleza, a saúde, o ânimo dos 70 aos 100 ou muito mais.

    Que DEUS a abençoe. Beijos carinhosos.

    • Voce me deixa muito feliz com seu comentario carinhoso

  • Gestores

    Que linda enrevista!

    Parabéns SAM pela escolha da entrevistada, pelo seu primoroso trabalho, pela elegante conduta dele, pela montagem do texto e das fotos.

    Nota 1000. Beijinhos interioranos.

    • Obrigada Margarida querida,por nós

      Foi um prazer estar no "encontro" com o Sam

      Bjssssssssss

  • Gestores

    Como não se encantar com uma pessoa tão delicada e alegre como você!!!!????

    Me sinto privilegiada em fazer parte do seu círculo de amigos virtuais!!!

    Meus parabéns Ciducha por sua belíssima família, por seu caráter e por seu desprendimento!!!

    É um grande prazer conhecê-la um pouco mais!!!

     

    • Ahhhh,querida que delicia de carinho.Muito obrigada por ser minha amiga nesse mundo virtual!Me orgulho disso!

      Continuo sua fã ,viu??

      Agradeço em nome do Sam também que conduziu tão bem nosso "encontro"

      Beijos muitossssssssss

  • Gostei muito da sua entrevista. Sóbria, corajosa, sobretudo gentil

    Bem haja e um abraço sempre fraterno

    FC

    • Obrigada por nós,Frederico

      Beijos

This reply was deleted.
CPP