Adm

>LUCIANA MARA DRUMOND CARA A CARA COM SAM<

SAM MORENO
LUCIANA MARA DRUMOND

É uma satisfação te receber e uma honra te entrevistar.
Vamos conhecer, agora de perto, mais profundo!
Quem é Luciana Mara Drumond?

Primeiramente, obrigada pelo belo convite, uma surpresa muito boa participar desta entrevista Cara a Cara com Sam. Luciana é uma pessoa tranquila, mãezona coruja, super família, que adoraaaaa dar gargalhadas, romântica e sonhadora como qualquer outra pessoa, gosto de ajudar, me encontrei no trabalho voluntário do Lions, que inclusive me ajudou muito enquanto cuidava do meu Pai. Servir ao próximo, se doar é gratificante! Gosto do que é belo e verdadeiro, tenho horror à mentira. Gosto de me sentir bem, acredito que só podemos fazer algo a alguém ou gostar de alguém, quando estamos bem com a gente mesmo. Trabalho com o que gosto. Uma pessoa de muita Fé e como sempre digo: Família, nosso Porto Seguro e Deus, a nossa direção. Carrego sempre comigo a frase: “Um dia sem um sorriso, é um dia desperdiçado” – Escutei em um programa do Padre Marcelo Rossi.
Luciana, Luciana, sorriso de menina, dos olhos de mar... Luciana, Luciana, abrace essa cantiga por onde passar....

1- A mulher não é constituída só de razão, mas também de afetividade e emoção. Você concorda?
Com certeza. Somos seres racionais, muitas vezes movidos pela emoção, ou melhor dizendo, na maioria das vezes. O fato é que o equilíbrio entre a razão, a afetividade e a emoção, é fundamental na tomada de decisões. Não é fácil, mas é preciso.


2-Depois de um cinema qual o seu programa favorito para terminar a noite?
Se estiver com namorado, por exemplo, um bom vinho tinto seco, o que vai dar depois, só indo ao cinema, kkkkk. Se for com amigas: barzinho, bom papo, Chopp e tira gosto.
Êta trem bão demais sô!!! A gente nem conta Z'óra... Némermo?

3-Até que ponto a filosofia é importante?
Sempre. Vivemos aprendendo, (re) aprendendo.
A filosofia é reflexiva, ajuda a questionar, debater e até mesmo escutar.
Serve para colocarmos em prática em nosso dia-a-dia.


4-Qual a importância que a sexo tem para você?
Sexo para mim é o complemento de uma relação saudável.


5-Existem influências ou referências de outros poetas ou escritores no seu trabalho poético?
Talvez, mas escrevo muito que sinto, ou momentos que gostaria de viver, amor que gostaria de encontrar. Falo muito de uma menina mulher em minhas poesias, e na maioria delas, eu me vejo um pouco. Uma menina mulher que acordou e voltou a viver novamente, feliz, segura de si e pronta para enfrentar a vida!


6-Antes de você construir sua poesia visualiza mentalmente o enredo, como ele vai ser projetado na mente do leitor? Como disse, escrevo o que sinto, ou de repente me vem uma frase e desenvolvo a poesia, às vezes eu mesma começo a rir, dependendo de onde estou, pego o celular e começo a digitar e tem que ser na hora, senão me escapa e assim vai fluindo. Quando o meu Pai faleceu à 3 meses atrás, me senti sufocada, sem chão. Então, peguei o computador e comecei a escrever para ele. Isto me ajuda. Sinto muito a sua falta ainda e vou sentir sempre, mas sei que ele está bem, esta certeza ele me mostrou ao segurar a minha mão e com o seu olhar... Poderia ficar horas falando e escrevendo dele!


7-Dentro da sua ótica, como você vê o futuro do brasileiro?
Triste, comprometido. Alguma coisa tem que ser feita, estamos vivendo um caos em todos os sentidos, política, violência, educação, medicina, miséria. Um abandono total. Mas, não podemos deixar de acreditar num futuro melhor, não podemos entregar os pontos.


8-Quais foram suas maiores descobertas no amor?
O respeito, a troca, a doação, a valorização, o saber escutar, o acolhimento, a cumplicidade.


9-Em que caso aborto deve ser permitido?
Sou contra Sam, confesso, mas quando penso no estupro, sinto nojo, talvez aí, eu seja a favor, mas não gosto de pensar nisto não. Muito triste.

10-O sucesso depende de visão, ou de um plano detalhado para concretizá-lo?
Acredito que para alcançarmos o sucesso, toda preparação é bem vinda e de suma importância.
Então a visão e planejamento têm que caminhar junto.

11-Com seu parceiro seu comportamento é flexível ou possessivo?
Em tudo na vida, temos de ser flexíveis. Não acredito no relacionamento baseado na posse.


12- Como você entende o termo uma “mulher sem vergonha” entre quatro paredes?
Entre quatro paredes com seu amado, pode tudo. A cumplicidade entre o casal é muito gostosa e importante, desde que haja o respeito. O que não pode é sair por aí transformando o amor em banalidade e futilidade.

13- Existe algum fato ou algo que tenha determinado uma tomada de decisão na sua vida?
Sim. Minha separação e dou graças a Deus por ter tido a coragem de tomar esta decisão.
Nasci de novo!


14- A sua família, como é? Tipicamente mineira?
Minha família é linda, benção de Deus. Bem mineira e que gosta muito de um pãozinho de queijo, nossa, na hora do café, tem o seu lugar!


15-O artesanato brasileiro muito tem lutado pelo seu reconhecimento legal como atividade econômica. Você como artesã vê o artesanato no mercado interno e no mercado externo com algo lucrativo?
Sim. Mas no atual momento, não está fácil. Já tive dias melhores com a venda dos meus produtos.


16-Romance, suspense, drama, comédia, ação, musical ou erótico?
Romance, comédia, ação, suspense e musical. Nesta ordem.

17-Toda mulher tem uma fantasia de um homem perfeito na cabeça?
Não existe homem perfeito, da mesma maneira que não existe uma mulher perfeita. Existe um encontro onde um completa o outro e juntos tentam se adequar às imperfeições aprendendo a respeitar um ao outro.

18-Se arrepende do que fez ou do que não fez?
Arrependo de ter feito a coisa certa para a pessoa errada por tanto tempo.
Mas tudo serve como aprendizado.

19- Fica confortável quando está longe da sua cama, dormindo na casa de um parente ou num hotel?
Nada melhor do que a casa da gente, a cama da gente.
Mas fico bem quando estou fora. Mudar a rotina é preciso.


20- Conte-me da atração de que você mais se orgulha em ter?
Meu sorriso!

21- Qual é a diferença entre o assédio e a insinuação de interesse?
O assédio é abusivo, acaba virando perseguição levando ao constrangimento.
Insinuação de interesse, um flerte onde as pessoas envolvidas permitem este flerte, este namorinho.


22-O incesto e a pedofilia são iniquidades perdoáveis?
De uma crueldade sem igual, imperdoável, nojento, desumano.

23- Qual o seu gênero literário preferido?
Poderia dizer o Lírico, mas não tenho preferência.
Todos os gêneros são importantes, depende do momento em que me encontro.


24- Você precisa de total silêncio para amar?
O amor é sublime, é tão amplo .... amamos em silêncio, amamos com o olhar, no toque, nas palavras, nas risadas...


25- Uma história mentirosa que ouviu e ficou indignada?
Várias... Principalmente nesta nossa política, affmaria.

26- Momento de humor! Quem nasce em Luxemburgo e técnico. Em Gana é Ganancioso.
Quem nasce na cidade de Timóteo é cantor. E quem nasce em João Monlevade é Muy levado?
De levado, todos temos um pouco hein, kkkkkkkk. João Monlevade, cidade do interior, Monlevadense, terra boa e de gente boa!

28- Poderia dizer alguma coisa sobre o suicídio?
Fraqueza, desespero, falta de fé.

29-A escassez da libido é uma decorrência natural do envelhecimento?
Nossa, com a idade, com certeza ela chega, mas também é decorrente pela falta de desejo, obrigação sexual e tem a ver com hormônio, stress, depressão, uma série de fatores.

30- Homem é tudo igual?
Será? Escutei uma vez que sim e só muda de endereço, mas em minha opinião, não, não podemos generalizar.

31- Como você faz para entrar em contato que seu eu interior?
Sou de fácil concentração. Fecho os olhos e me transporto.

32- Os animais têm alma?
Com certeza e são ótimas cias.

33-A quantos quilômetros viajam os seus devaneios?
A perder de vista, imaginação não me falta!

34. Um pedido clássico do Cara a Cara...
Faça sua leitura nessa imagem!


Um elo maravilhoso entre mãe e filha (o)! Carinho, proteção, AMOR!

Suas considerações finais.
É muito bacana podermos conhecer um pouco do outro e espero ter passado um pouquinho de mim e de tudo que me diz respeito nesta entrevista. Confesso que fiquei surpresa no momento do convite, pouco tempo na CPP e tão bem recebida, uma casa muito acolhedora! Aproveito a oportunidade para agradecer à Edith Lobato, a responsável por eu estar aqui! Olha Sam, fiquei emocionada em rever cada foto solicitada, coração bate forte aqui, mas foi muito bom! Mais uma vez obrigada e que venham tantas outras entrevistas com os amigos da CPP para nos conhecermos um pouco mais!
Deus o abençoe!
Abraços,
Lu.

“... Nenhuma palavra alcança o mundo, eu sei. Ainda assim, escrevo.”

_Mia Couto

Música escolhida como tema de fundo pela entrevistada Cantiga Por Luciana.

                                                                                                        *******************

Agradecimentos a Luciana que de modo gentil nos concedeu essa entrevista. Ficamos honrados com a sua nobre presença aqui no CARA a CARA. Não precisamos enxergar outros poetas, textos, como adversários, mas sim como cúmplices. Cada um tem a liberdade de desenvolver da melhor forma suas obras dentro da CPP. Independente do gênero, nossas ideias se convergem numa única direção. 
Abraços Hollywoodianos, e até a próxima entrevista!

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e das Poesias.

Join Casa dos Poetas e das Poesias

Comentários

  • Linda entrevista! Perguntas inteligentes, respostas inteligentes, sinceras! A família, o amor às pessoas, o carinho, as fotos, tudo muito lindo, gostoso de ler, gostoso de ver, de saber, de sentir a emoção. Parabéns Luciana Mara Drumond, parabéns Sam Moreno!

    • Obrigada pelo carinho Maria Dolores!

  • Bela entrevista, eu gosto quando ás pessoas falam o que realmente pensam, sem usar o "politicamente correto" que para mim, é o mesmo que mentira. Temos que sermos autênticos, mostrar nosso interior, nossas ideias, como vemos o mundo, etc... Ás diferenças são inevitáveis e é bom que assim seja, seria muito monótono o "mundo" se todos fossemos iguais... A beleza esta na diversidade, na pluralidade de coisas e de ideias. Abraços, paz e  Luz!!!

    • Obrigada Ilario, acredito nisto. Somos o que somos e não devemos 'florear" para ninguém. Viver assim é mais fácil e gostoso! Seja bem vindo à esta linda casa poeta!

  • Mais uma vez obrigada pelo carinho de todos e um super obrigada ao Sam! Abraços e fiquem com Deus, Amém!

  • Muito humana, valorizada e sutil entrevista. Parabéns!
  • Uma entrevista tão bonita e eu chorei... pela partida do seu pai. Ainda muito dolorida com a passagem da minha mãe. Felicidades, Luciana! Abraços. Sam, obrigada pela oprtunidade que nos permite conhecermos uns aos outros.

    • Meus sentimentos Giselda... uma saudade que é para todo o sempre...... mas tenho certeza que sua mãe está tão bem quanto o meu pai agora e olhando por nós! Abraços!

      • Obrigada, querida! Bjos

  • Parabenizo aos dois ficou sensacional. Aplausos.
This reply was deleted.
CPP