>>>POETA RUFINO CARA a CARA com SAM!<<<

Minha entrevista se situa na união entre comunicação e recreação,

Mas não os colocando em fluxos opostos.

SAM MORENO

Márcio Rufino Barbosa

1- Espada ou caneta?

Espada significa violência e sou contrário a toda a sua forma de expressão.

Ainda acredito na diplomacia, na boa conversa;

2- Norte, Sul, Leste ou Oeste?

Onde nasce o sol?

O astro que possibilita vermos a musa inspiradora: a lua!

 A vida é luz, logo, o leste..;

3 - Como você vê a literatura?

Difícil à resposta, há tantas possibilidades...

Vejamos ao menos uma. Já disse alhures que a literatura externa uma época, o pensar dos que se expressam. Acrescento: bem, penso que seja a resposta pretendida: vejo-a como a arte do expor da alma, do íntimo e também do que se percebe do mundo. Seja cronista, romancista, poeta etc., todos, como arautos da literatura, são pintores da realidade, seja interna seja externa, que ele sente e põe na escrita;

4- Montéquios ou Capuletos?

Uma frase da obra que nunca saiu de minha cabeça desculpe se não for literalmente assim: "Oh bendita, bendita noite, quanto temo, sendo agora noite, que tudo isto não passe de um sonho por demais encantador e doce para ser verdadeiro." Duas famílias desunidas pelo ódio. Depois da fatalidade, uniram-se novamente! O rancor, o ódio e a intolerância não devem prevalecer, nunca. Tiveram que perder para ganhar. Pelo ganho, fico com Romeu e Julieta rsrsrs;

5 - Quem você vê no seu espelho?

A cada dia vejo uma criança que chora, ri, que fazem chorar, que fazem rir e, infelizmente, faz chorar, faz rir, lamentavelmente. Vejo um ser ainda no caminho da aprendizagem, que às vezes sente o fardo maior que o espírito e, lamento novamente, vê que a matéria, o físico, ainda prevalece;

6 - Porque a morte usa foice se ela não trabalha na roça!

Boa pergunta, Sam!

Mas acho que, de tanto assistir filme de terror, meu gênero preferido, ele ceifa a vida e colhe almas...

Como no campo! Por isso a foice!;

7 -Qual é o seu anseio dirigido à obtenção?

Sinceramente, nenhum! Tudo que tenho me basta e agradeço a Deus por isso;

8- O que tem escondido no seu guarda-roupa?

Se eu mostrar meus guardados aqui, ficaria desnudo!  rsrs Brincadeirinha...

Vou ilustrar: meu dominó, meu jogo de xadrez, minha dama faltando peça, o copinho escrito meu nome,

enfim, minha infância!;

9- Aonde você poria o doce e o agridoce?

Essa é de difícil assimilação!

O mais próximo de mim. Faz parte da vida, que não perfeita e sabemos disso;

10- Você já viu estrelas no seu céu da boca?

Boa! Não...

Já senti no céu da minha boca o brilho de estrelas provocadas pelo beijo

melhor parar por aqui rsrsrs;

11-O quê, na hora H, te faz brochar?

Perceber o afastamento, perceber que o envolvimento do momento está se esvaindo.

Que a entrega deixou de ser plena. Já aconteceu;

12- Como você vê essas expressões pejorativas dirigidas ao lesbianismo como essas,

sapatão, amassar o bombril, caminhoneira etc?

Lamentável. Toda forma de expressão que tente "diminuir" o próximo deve ser rechaçado;

13- Faça a sua leitura nessa imagem!

Vi a imagem e fechei os olhos, resultado: a sentença: você está acabado!;

14- Finalizando, você ressuscitaria um amor?

Não, não melhor não ressuscitar um amor do passado, deve permanecer lá.

Parque de Maruipe. Fica em Vitória, capital.

Onde Rufino passa momentos da fleuma com sua família.

Para sua esposa Lena, Ariana e Vinício seus filhos um olímpico abraço de todos da CCP!

Registro o meu agradecimento e a minha satisfação da sua presença.
Rufino tenha certeza que você deixou a sua marca registrada
No CARA a CARA COM SAM!
Deixo aqui umas das citações de Che Guevara.
Podem morrer as pessoas, mas nunca suas ideias.

Já estou agendando outra entrevista!

SAM MORENO

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Comentários

  • Embora com bastante demora, o que vale é que por aqui aportei e tive oportunidade de ler mais uma interessante entrevista, onde, de cátedra, posso sem medo de ser feliz, parabenizar tanto o entrevistador quanto o entrevistado pelas interessantes indagações e extrema sinceridade das respostas!

    Um mural de entrevistados composto de pessoas da melhor qualidade! 

  • Parabéns Sam e ao poeta Rufino, maravilhosa entrevista, grande abraço aos dois, MIL.

  • Bela entrevista. Boas perguntas e  boas as respostas....Me diverti. Como é bom conhecer um pouco mais das pessoas.

    A expressão do rosto de cada um, nos revela um pouco de sua personalidade e falando de si mesmo, quantas coisas descobrimos.

    Amei tudo

    Parabéns entrevistador e entrevistado

    Abraços poéticos de Veraiz Souza

  • Excelente!

    Tanto as perguntas como cada uma das respostas, a da morte não trabalhar na roça

    achei genial e da estrela no céu da boca idem!

    Deliciosa entrevista!

    Parabéns Sam, parabéns ao Rufino.

    Agradeço a oportunidade de ter lido e conhecido um  bocadinho

    do entrevistado e entrevistador.

  • Muito bom mesmo  .......PARABÉNS A TODOS OS ENTREVISTADOS e  uma  abraço SAM MORENO  pelo o  seu trabalho 

    abraço do poeta:Sergio Macedo

  • PARABÉNS A TODOS OS ENTREVISTADOS... APLAUSOS AO ENTREVISTADOR..

    MUITO BOM ESSE ESPAÇO..

    ADOREI! 

  • Parabéns a Sam, pelas perguntas e a Rufino pelas respostas.

    Gostei muito. Dessa foram, estams conhecendo mais um pouco nossos

    companheiros poetas! bjs.

  • Parabéns ao entrevistado e ao entrevistador. Abraços.

    • This reply was deleted.
  • Adm

    Parabéns Marcio pela entrevista concedida ao Sam. Gostei de te conhecer um pouco mais. Estas entrevistas vão possibilitar esta aproximação entre nós, residentes desta casa.

    Flores para ti, espero que sejas um homem masculino/feminino sem aquelas amarras de que flores são coisas de mulher.

This reply was deleted.
CPP