Adm

>RUI DO VALE PAIVA CARA A CARA COM SAM<

SAM MORENO
RUI DO VALE PAIVA

Primeiramente gostaria de agradecer a sua disponibilidade e a sua presença no CARA A CARA COM SAM. Fale-me um pouco de Fortaleza terra de um povo hospitaleiro que é conhecido por uma contagiante alegria de viver. Seja bem-vindo Rui do Vale Paiva!
É verdade que no Ceará não tem disso não?

Eu que agradeço, Sam, a honra me concedida - a de participar deste evento fantástico, o CARA A CARA COM SAM! No Ceará tem muito disto, sim! A hospitalidade cearense é muito bem aceita, afinal somos muito bem afinados no humor e na cortesia. A atividade turística é um dos setores mais dinâmicos da economia mundial, gerando emprego, renda e divisas para os países. Dentro desse contexto, o Ceará apresenta como possuidor de povo hospitaleiro, onde através do bom humor e do seu jeito moleque de ser, conquista aos turistas que visitam a sua capital, Fortaleza. O cearense é um povo irreverente, bem humorado por natureza.

1- Que o Deus une o homem não separa?
O divórcio não é bíblico. Enquanto não tínhamos a revelação plena - que se dá em Jesus - existia essa possibilidade, mas Jesus esclareceu uma vez por toda o “pensamento” de Deus sobre esse tema. Todavia aplicando a Lei à realidade, não creio que uma mulher e um homem que não se suportam, devam viver o resto da vida sob o mesmo teto. Temos que lembrar sempre que a Lei foi feita para o homem. Existe um princípio e este é claro e não deve ser tocado: o matrimônio é indissolúvel. A vida, por causa de decisões erradas, pode nos levar a situações particulares, que precisam ser consideradas. E aqui a reflexão pode ser muito ampla e não quero ser causa de equívocos.

2-Como você vê o preconceito hoje em dia?
Vejo o preconceito, na maioria das vezes, como um fator passado de geração pra geração, e até mesmo um gesto multifacetado por culturas e raízes diferentes. Em minha criação, por exemplo, fui criado para aceitar o próximo sem qualquer distinção, seja no credo, na cor da pele ou outros opcionais que diferem os seres humanos. Infelizmente, devemos nos acautelar devido às diferenças sociais em larga escala, a violência grassa e a confiança confundem os valores.

3- Quais os benefícios oferecidos no afrodisíaco feito por um raizeiro, no seu entendimento?
Acredito na força medicinal de certas plantas, meus avós curavam muitos enfermos com planas e chás medicinais; mas, daí, imaginar que potencializa a libido, isto já faz parte do anedotário popular.

4- No nosso céu, sempre existirá um passarinho?
Amo os pássaros! Não tenho coragem de aprisioná-los em gaiolas.
Aceito pássaros não só no firmamento, mas empoleirado nas galharias, a banhar-se
numa fonte, ou bebericando água em um vasilhame posto no peitoril de uma janela...

5- Como é o seu dia-a-dia como dono de um Self Service, como chefe de família?
O que sobra para o poeta Rui Paiva?
O Self Service tem núcleo estritamente familiar: a família agrega mente e serventia na produção diária. Somos felizes também como empregadores. Feriados e domingos estamos sempre reunidos, ora curtindo nosso maravilhoso litoral, ora à mesa comungando da mesma refeição. Quanto à poesia, ela é atemporal e muito presente: quando não chego até ela, ela vem a mim... Se não há tempo no momento, anoto num papel o seu esboço e depois vou juntando fragmentos até torná-la palpável...

6- Qual a melhor forma de recepcionar o seu imaginário quando escreve seus textos?
Fico completamente em transe, me comparo ás vezes, (deduzindo-se as devidas proporções) com Signature Van Beethoven, surdo, e desenvolvia suas excepcionais composições musicais.

7-O que o Rui diria ao pai de uma criança que foi abusada sexualmente por ele mesmo?
Não sei exatamente o que diria e como diria, mas o entregaria ao julgo divino.

8- Quais seriam os seus pontos positivos e negativos a serem considerados?
Vamos citar 03 de cada –
Positivos: Organizado, otimista e perseverante.
Negativos: Ansioso, imprevisível e nostálgico.

9- Aplausos para engenhosidade do Túnel de Saigon,
ou para engenhosidade das Pirâmides do Egito?
Para ambos. Em especial para as pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos.
Obras espetaculares e imponentes, construídas há cerca de 2.700 anos a.C,
sem os recursos da engenharia atuais, conseguiram mover e posicionar
pedras gigantescas de peso incalculado.

10- Qual é a graça que tem a existência sem romantismo?
Não há graça alguma. Não falo do romantismo barato e passageiro, o que se usa para se conquistar parceiros sexuais momentâneos; refiro-me o romantismo genuíno, que assoma
do coração, eternizado e em sintonia com a pessoa amada, ou mesmo o amor inato que se guarda no peito.

11- Quanto mais antigo o relacionamento de um casal, maior é a necessidade de criatividade?
Não adianta criatividade se não há a confiança mútua; ela é basilar. Agora, claro, nada tão destoante em um relacionamento como a tediosa falta de criatividade: aliás, tudo na vida está em constante interação com as inovações.

12-Acha normal a mulher ajudar a pagar a conta do restaurante, do motel,
de uma viagem de núpcias, ou de um happy hour?
Sim, desde que não haja o elemento surpresa classificado de “chantagem emocional”.

13- O Whisky Cowboy ou com gelo?
Com gelo e água de coco.

14- Qual é slogan do seu Self Service?
Ambiente ótimo, atendimento bom, o preço é justo, o sabor é sem igual?
O que foi citado no teor da pergunta, não é diferencial, faz parte do óbvio.
No meu caso faço opção por uma excelente higiene, ambiente confortável
e variações no cardápio, flexíveis às opções dos clientes.

15- Tudo que você escreve fica registrado?
Com exceção do meu lixo poético, rsrsrsrs.

16- O que é Harmonia e Prosperidade?
Sem harmonia não há prosperidade. Devemos ser harmônicos em toda desenvoltura de nossos projetos, planos pessoais ou em conjunto, qual uma orquestra filarmônica.

17-Você considera que o gosto pela leitura ainda é muito pequeno no nosso país?
Sim! A própria sociedade não incentiva tal hábito e o governo não dispõe de um programa para tanto. Em países mais desenvolvidos a média anual de leitura por pessoa supera em muito nossa frágil estatística. Sem contar os elevados custos para se obter uma boa e atualizada leitura.

18- O Brasil é um país machista? E o que é o machismo, afinal?
Machismo a meu ver é sinal de insegurança: seja porque tenha traumas de infância (comportamentos familiares), seja porque foi vítima de uma ou várias modalidades de traição no seu cotidiano. No Brasil há muito disso, sim.

19- Quais as mais importantes revoluções tecnológicas do nosso milênio?
Várias, seja nas especulações espaciais ou no avanço da medicina, entre outras.
No entanto nenhuma mantém a velocidade da informação em tempo real; contudo,
devemos ter cuidado com a veracidade do quê dissolvemos, pois há muito texto apócrifo
e sem conteúdo legitimado.

20- Se fosse possível quem convidaria para um bate-papo,
Leonardo da Vinci, Bill Gates ou Louis Pasteur?
Da Vinci, por sua visão futurista em relação à sua época e pela fundamentação teórica: Pintor, desenhista, escultor, arquiteto, astrônomo, além de engenheiro de guerra e engenheiro hidráulico entre outros ofícios, cuja mente será sempre objeto de admiração.

21- Entre ser dono de uma funerária, e ser dono de um hospital?
Estar vivo e com saúde... O resto não tem pressa!

22- De um a dez qual sua nota para mulher performática na cama?
Tudo feito com amor, e por amor, merece a nota mais elevada.

23-Se a panela não esquenta, a culpa é do mestre-cuca?
Nada de precipitações: pode ser a qualidade do fogo ou da panela.

24- Você é mais pensador, crítico ou reflexivo?
Sou mais intuitivo.

25- Conhecer outras cidades, pescar, dançar, um piquenique romântico,
um enfim a sós com amada amortece o stress do cotidiano?
Claro, só não toparia dançar... Sou filho de um exímio dançarino,
mas não levo jeito pra coisa.

26-Para o homem que não conhece limite entre o elogio aceitável e
a cantada ofensiva, o que você diria?
Indicaria um especialista para o seu ego.

27- Qual foi à situação que te deixou de saia justa?
Todas as vezes que me atrevi a dançar... rsrsrs
Saia justa Rui! Passei certa vez numa praia do Guarujá quando uma onda inesperada abaixou meu calção de banho até os pés. E eu com o bumbum exposto brigando com a onda tentando puxar o calção pra cima. RS RS RS...

28-Acredita em Intuições ou se baseia nas possibilidades?
Acho que já respondi na questão 24: sou muito intuitivo!

29- O que podemos esperar da atual situação econômica do Brasil?
Existe perspectiva para o ano de 2017? Raro um poeta falar economês: acredito que uma leitura que fiz em tablóide me satisfez: “O mercado começa a ver uma perspectiva melhor para a economia em 2017. A expectativa de inflação está se distanciando do teto da meta, de 6%, enquanto houve dois pequenos ajustes para cima na estimativa do desempenho do Produto Interno Bruto (PIB). Também se espera juros menores no ano que vem.”

30- Achou uma faca de dois gumes a pergunta 23?
Não, cheguei a propor mais dois gumes!

31- A pergunta que não quer calar: Por quê?A legislação intimida os donos de restaurantes a doar a comida a quem precisa? Confesso que desconheço tal Lei, mas se nos fosse imputada tal obrigação, reconheço que não somos uma entidade mantenedora para combater a fome. Isso não nos impede de escolhermos míseros filhos do Pai para alimentarmos dentro de nossas possibilidades.

32- Numa noite agitada, o que aparece no seu sonho?
Sonho muito voando sem asas, ao sabor dos ventos; acho que é a poesia tentando me acordar.

33-Um pedido clássico do Cara a Cara...
Faça sua leitura nessa imagem!

Enternecido e tanto
Persigo o que reluz
Sigo-te, entretanto,
Final do túnel, a Luz!

Suas considerações finais.

Mais uma vez quero agradecer aos membros da CPP, a oportunidade que me deram em retratar um cadinho de mim, posto que muitos amigos poetas hão de me conhecer em fragmentos, somados aos meus versos que com tanto carinho
vou me desprendendo mais e mais.

Música favorita:
Tocando em frente de Almir Sater,
escolhida como tema de fundo.

Agradeço pela amabilidade e atenção.
Felicidades e muitas concretizações na sua vida junto a sua família!

Abraços Hollywoodianos
E até a próxima entrevista!

Enviar-me um email quando as pessoas comentarem –

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e das Poesias.

Join Casa dos Poetas e das Poesias

Comentários

  • Parabéns. ..
    Bela formulação de perguntas. Perfeitas respostas....
    Aos dois tiro o chapéu....
  •  Sam como sempre, elegante ao conduzir as perguntas.Parabéns aos dois no empate do bate- bola.

  • Adm

    Olá Rui, consegui chegar aqui e ler tua entrevista. Gostei de tuas respostas às perguntas do Sam. Foi bom te conhecer um pouco, mas fiquei com uma dúvida, no ramo da gastronomia, você comanda o fogão ou só comanda o estabelecimento? Legal ver um pedacinho da tua família e e conhecer um pouco do teu mundo particular cotidiano.A pergunta 23 é capciosa e sabe que acho, tu fugiste dela (rs).

    Sam parabéns pela condução da entrevista, mais um trabalho que só edifica a Casa.

    Abraços

    Edith

  • A cada entrevista, mais satisfação em conhecer tanta gente bacana nesta Casa. Fortaleza e sua gente maravilhosa! Não a conheço, ainda, mas tenho certeza que em breve a conheceremos, eu e meu poeta. Maravilha, SAM! Maravilha, Rui!

  • BELÍSSIMA ENTREVISTA... PARABÉNS POETA...

  • Fantastica entrevista Rui. Gostei muito em te conhecer melhor.

    Você é exatamente como imaginei. Um grande homem e um magistral poeta.

    Parabéns, Sam, por ser um entrevistador inteligente. 

    Um beijo para os dois 

  • E assim conhecemos um pouco mais do nosso amigo

    Rui Paiva! Perguntas com respostas enxutas e equilibradas!

    Muito boa a entrevista. Estão de parabéns Sam e Rui! Bjs.

  • Mais uma entrevista inteligente, criativa e muito bem conduzida. Rui, tua família é linda! Parabéns a ambos, a entrevista ficou maravilhosa!
  • Esse é dos meus!Só de ter como preferências poéticas Drumonnd e Quintana, já fechei com ele.Muito bom o ponto de vista dele sobre o casamento e essa coisa do "juntos para sempre" ,algo que sempre fiz questão de ressaltar,vale o respeito e o amor ,a união por si só,é frágil. Gostei desta entrevista e já li alguns poemas dele.Parabéns ao entrevistado e ao entrevistador,pois demonstraram carisma e simpatia no diálogo cheio de instigantes perguntas.Boa noite.Abraços

  • Muito bem Safira. Esse pensamento de Rui Paiva merece realmente. Muito, muito bem.

This reply was deleted.
CPP