MUTUAMENTE

MUTUAMENTE

                                              à Edith Lobato,  poeta e leitora atenciosa, em cuja pessoa homenageio a todos da CPP

Escrevo um texto e nele me clareio,
E de ti, o que no poema lido
Sentes une à fração seu outro meio,
Antes só no meu pensamento havido.

Lendo-me, abrem-se janelas de enleio,
E de ti, vem renovado sentido
A um texto que, naturalmente alheio,
Mais será teu, se no peito acolhido.

De outro lado, olho-me no que escreves
E de ti, me enlevo nas trovas breves,
Com as palavras em que te partiste.

Das leituras, vêm alvoradas leves,
E de nós, o riso em verso subsiste,
Mesmo vindo tardes de lança em riste.

(E. Rofatto)

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

As repostas estão encerradas para esta discussão.

Respostas

  • Lindo! Lindo! Lindo!
    Essa mutualidde entre poeta e leitor é algo que beira o sagrado! É quase expressão di divino, quando o verbo se faz verso...
    Amei ler-te!
    Bjs!
    Nina
    • Grato, Nina! Porque você escreve - e lindamente, com a emoção aflorando em cada verso -, você sabe bem dessa mutualidade. Você também uma escritora e uma leitora que sabe edificar pontes rimadas, ou não, de um a outro lado com a beleza do seu Verbo que se faz Verso! (Adorei essa imagem sua!)

    • Grata, gentil amigo poeta!
      Bjs!
  • Que belo homenagem  Edvaldo!

    Edith, merece.

    Beijinhos

    • Grato, Livita! Termos a sorte de encontrar pessoas as mais emocionantes possíveis aqui na Casa. Também preciso dizer que você está neste mesmo grupo: admiro muito a sua os efeitos plásticos da sua arte final, os seus versos reveladores de sonhos, devaneios, desejos. Mas também preciso dizer o quanto a sua figura humana é admirável:não me esqueço da solicitude com que me atendeu quando quis personalizar a minha página e do quanto se predispôs para futuros auxílios. Você, Livita, mais uma preciosidade - prata, platina, joia aqui da Casa!

    • Obrigada Edvaldo, fico sem geito  assim, mas feliz!

      Beijo com carinho.

  • Ela merece todas as honras porque nós sabemos da sua importância nas alamedas da poesia.

    • Sim meu amigo. Edith é uma pessoa e uma poeta muito especial, que fui conhecendo aos poucos nas postagens que, vez ou outra, fazia na sua página. Pela beleza dos versos e das qualidades pessoais, conquistou minha amiração, como também você, a quem posso atribuir os mesmos elogios. Você, Sam, um amigo que sabe se fazer querido e imprescindível.

  • Adm

    Mutuamente

    Escreves porque o dom de ser poeta,
    carregas n'alma desde que nasceste
    e quem te ler se inspira, se exegeta,
    e, assim reflete sobre o que escreveste.

    Escrevo porque tenho a alma inquieta,
    e a inspiração em mim faz-se inconteste.
    A poesia acorda e, então, desperta,
    o ser que aqui e agora, comoveste.

    Aqui, neste momento em q'eu, leitor,
    encontro-me contigo em poesia,
    é grande meu prazer, minha emoção.

    Deixo-me conduzir ao bel sabor,
    de cada verso cheio de estesia,
    que encanta mais e mais o coração.

    Edith Lobato - 4/09/17

    • Belíssimo, amada meiga. Uma outra obra de arte nesste mutuo homenagem a Edvaldo.

      Duas feras da Poesía fazendo arte e maravilhas para nos deleitar.

       Eres muito grande, amada, como pessoa e como literata,.

      Bravo.

      Beijos 

This reply was deleted.
CPP