EU E O MAR

EU O MAR.

Quando meu silêncio me gritou nas entranhas,

E vi o reflexo do meu rosto marcado pelos anos

Entendi feliz que não passei pela vida sem viver.

Vivi comendo os dias, varrendo dores, vencendo

Obstáculos, caindo e levantando.

 

Da janela vi o meu mar; meu porque sempre esteve

Bem ao meu alcance, beijando meus pés, ouvindo meus

Segredos no barulho cúmplice das ondas espumantes.

Agora vejo meu mar diferente de ontem; ontem não vi

As marcas do tempo, não vi que estou tão só quanto Ele.

 

Porém, não há remorsos, não há desapontamentos...

O tempo passou... 

A vida me deu paixões relevantes, risos cheios de todos os sabores... 

Não há razão para chorar a solidão...

Entre o barulho das ondas e a aparição espetacular da lua

Eu escrevo meus sonetos expondo ternuras passadas.

 

...Outra vez tiro os sapatos para sentir a vida da areia,

O beijo das ondas, o cheiro da maresia, a carícia do vento.

Caminho recitando poemas; recordo meus prazeres que ainda 

me tiram um sorriso cínico e feliz dos lábios.

As pegadas deixadas?

Deixo o vento apagar, são pegadas de

Um homem que dançou na chuva, brincou na lama, riu e chorou 

sem sentir vergonha de viver a vida como se não houvesse amanhã.

 

 Luly Diniz.

24/05/17

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Obrigada Ilario Moreira pelo gentil comentário.

    Beijos de luz no seu coração,

    Luly

  • Parabéns, poetisa, poema lindo, primoroso, adorei. Abraços, paz e Luz!!!

  • Agradeço imensamente por ter comentado o que escrevi,

    apesar de ter ganho o primeiro lugar, acredito não ter sido

    o queriam.

    Sinto muito, obrigada Nieves Merino Guerra.

    Um abraço com meu profundo carinho,

    beijos da Luly,

  • Obrigada Marsoalex, por ler e destacar o que escrevi.

    Um abraço de luz no seu coração.

    Desejo que seu fim de semana seja de paz e luz do Senhor nosso Pai.

    Luly Diniz,

  • BOM DIA!

    AGRADEÇO A TODOS PELO PRÊMIO PRIMEIRO LUGAR NO GRUPO

    DA IMAGEM... SE FAZ POESIA.

    UM ABRAÇO COM MEUS SINCEROS AGRADECIMENTOS,

    Luly Diniz.

  • A vida, ela ao mesmo tempo plena, também é fragmentada. Ventos que nos tocam, nos levando, meus passos para onde eu vou, não sei

  • Lindoooo!! Parabens!!
This reply was deleted.
CPP