Alcançar estrelas

Eu não quero ser a estrela
mais brilhante
do universo,
nem quero tocá-la
com sonhos de gigante,
já me extasio somente
ao vê-la,
pego a varinha de condão,
sem fazer alarme,
pincelo por dentro e por fora
os mistérios do meu coração
cheio de charme;
sozinha converso
com o mundo interior
quando ele  chora,
então exijo:
não quero ser perverso
sei a distância que a gente mora,
faça o  maior esforço
para alcançar as estrelas
com meu verso.
Ivone Boechat

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Tocou, Ivone! Não só as estrelas, mas a nossa emoção! Lindo! Bjs

    • Antes, fui tocada também!

  • Esse mergulhar dentro de si, resgatando a luz interior é essencial.
    Belo poema! Beijos!
    Nina
    • Obrigada!

  • Ivone, parabéns!
    Que lindo Versejar!
    • Obrigada!

This reply was deleted.
CPP