Leão

 

 

Leão

 

No alto da colina lá ele está

Imponente garboso a vigiar

Seu dever é o habitat proteger

Ao lutar faz a terra estremecer.

 

Sua força é magistral quanto seu porte

Nos combates a coragem é sem igual

 Quanto mais luta mais faz-se forte

Protetor da família, bando...tudo afinal

 

Nos perigos seu rugido longe se escuta

Tem as garras afiadas feroz felino

Sua fama vem de épocas, é a luta!

Em sua espécie não há leão franzino.

 

Caminha em bando tendo ao lado a leoa,

pois os filhotes ela alimenta com a caça

Grande, forte, destemida e não é à toa,

Procriadora dá segmento a raça.

 

Márcia A Mancebo

15-02-2018

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Ficou lind, teu poema, Márcia! Meus aplausos!

  • Márcia, seus versos rerratam o quanto é equilibrada a estrutura familiar leonina... E pensar o que vem acontecendo com a família humana...

    Sábia é a narureza! Perturbador é o homem... Reveladora é a poesia, como a sua, Márcia, que pode nos levar para o que está além do aparente!

  • Ficou uma bonita interpretação da imagem, Marcia.

    Parabéns pela partiicpação.

    Beijos

This reply was deleted.
CPP