O Cão

Estava só na rua abandonado

E pela fome, sendo devorado

Ferido, ele havia sido torturado

A morrer lentamente condenado.

Tirei da rua o pobre, este apenado

Que se tornou um amigo, mui adorado

No olhar dele esta o amor escancarado

Sinto o bem querer por ele emanado.

Sim, logo fez sutil demarcação

E fez com grande, muita habilidade

E doando assim, sua proteção.

É nítida a afeição, felicidade

Dispensa a nós a máxima atenção

É proteção eficaz, preciosidade.

 11/03/2017

ILARIO MOREIRA

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e das Poesias.

Join Casa dos Poetas e das Poesias

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Adm

    • Obrigado, poetisa, é sempre uma honra recebê-la em "minha humilde página", grato pela visita e comentário gentil. Abraços, paz e Luz!!!

  • La imagen puede contener: texto

    • Obrigado, poetisa amiga, grato pela visita e comentário. Abraços, paz e Luz!!!

  • U AUAU AU AU AU AU...

    .

    Que Belíssimo "CaoNeto" Menino Poeta Ilario...

    NOSSOS APLAUSOS (por esta Inspiração e pelas demais que conosco comPartilhas) - além das carinhosas interações!

    .

    SKMA = Sempre Kom Muito Amor - gaDs

    • Obrigado, poeta amigo, grato pela visita e comentário gentil. Abraços, paz e Luz!!!

This reply was deleted.
CPP