OLHAR DE GUIZOS


OLHAR DE GUIZOS

Sob a magia desses olhos de guizos,
Que é meu pior veneno e o remédio santo
Mergulho na  profundeza deste teu olhar.

Permito-me ouvir o som que emana
Ecoando toda sorte de emoção
De teu corpo nesse fúlvido enlaçar.

No ritmo indócil da respiração
Fluindo nas entranhas, revirando meu ser:
Será amor, desejo, ou obsessão?

Permito-me deixar nas águas solto
Como à deriva no mar em movimento
Em ondas ardentes, perdidas ao relento…

Sonho-me como quem sonha em alto mar
Buscando a  direção, à caça de um tesouro
Pirata do desejo aporto em tuas ilhas.

Deleito  desse terno e efêmero momento
Pois tudo passa, tal qual folhas ao vento
Levadas no outono d’amor e da paixão.

Permito-me um momento de loucura
Sob a magia desses teus olhos de guizos
E louco perco o fio do meu fraco juízo,

Afogo-me na tua forte sedução.


By Nina Costa, in 02/10/2017

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Maravilhoso Nina. Nota 10.

  • Parabéns,maravilhoso poema!
    Bjs
    • Obrigada amiga poetisa!
      Beijos!
      Nina
    • Obrigada, anjo!
      Beijos!
      Nina
  • Parabéns, poetisa amiga, poema lindo, primoroso, adorei. Abraços, paz e Luz!!!

    • Obrigada, Ilário!
      Que bom que tenha gostado!
      Beijos!
      Nina
  • Ninasó aplaudindo

    belissima poesia abraço...

    • Obrigada, amiga!
      Grande beijo!
      Nina
  • Nina, uma bela construção poética. Aplausos!

This reply was deleted.
CPP