SAUDADES DE CLARALUZ

SAUDADES DE CLARALUZ

 

Sempre que a noite caía, lá se ia  Claraluz

Plantar estrelas no céu, para acompanhar a lua,

Que solitária, na sua, sonhava livre ao revel...

 

 

Tão lindo o labor de Clara! Su' arte radiante luzia

Clareando naquele instante, todo o espaço com  poesia

Quando a noite anoitecia e ela, doce artista

Pintava o céu com sua luz, bela e clara Claraluz.

 

 

As pessoas viam a cena, da linda menina  pequena

Clareando a natureza com pirilampos de amor.

Cada estrela desabrochando no universo como flor.

 

 

Até que não menos linda, priscou no céu, em Belém

A estrela prometida. E os anjos disseram “Amém!”.

 

 

Claraluz, maravilhada, já raiando a madrugada,

Desceu sua mágica escada e à manjedoura se curvou.

Agradeceu ao menino, que lhe respondeu sorrindo,

E sem palavras à abençoou.

 

 

Deu-lhe a bênção maravilhosa de ser também uma estrela

Da mais bela e maior grandeza, uma Estrela Radiante.

Que nas noites 'inda brilha de um modo fulgurante

Encantando os poetas, iluminando a poesia...

 

 

Seu gatinho, no telhado, vendo o céu todo malhado

De  estrelinhas mirins, mia pro céu com saudade,

E seu miado, na verdade, é poesia de luz...

 

By Nina Costa, in 23/10/2017

Imagem relacionada

N.A.: Deixo aqui esse poema em homenagem à poetisa ESTRELA RADIANTE, (Regina da Conceição Madeira Gôda), minha mãe de coração na poesia.

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • A todos que leram e carinhosamente deixaram seu comentário, meu muito obrigada! Apesar de concorrer, fica aqui expresso o imenso prazer em ter simplesmente participado desse lindo exercício poético.
    Desejo a todos e todas sucesso em suas lindas composições.
    Bjsss!
    Boa noite!
    • Uhuuuuuu!!!
      Obrigada, amiga!
      Beijos!
    • Adorei a formatação, Marso!
      Muito obrigada, amiga!
      Se quiser subir pra mim, ficarei muito grata. Não consigo, estou no celular.
      Beijinhos!
      Nina
  • Muito delicado e lindo poema, Nina! Aplausos! Bjs

    • Obrigada, Marso!

      Grande beijo!

      Nina

  • Nina, que delicadeza poética!
    Aplausos Constelares!
    • Obrigada, Elzana!
      Seja sempre bem vinda, amiga estelar!
      Beijos!
      Nina
  • Que lindo Nina!

    Parabens.

    E bela homenagem à sua mãe de coração.

    jinhos

This reply was deleted.
CPP