casa encantada

vi nascer naquela invernada

o que era um sonho virou uma casa encantada

sonhei com aquela morada

a varanda, o telhado, as árvores na chegada

 

não haviam barulhos de motores

as paredes foram pintadas com lindas cores

longe da cidade, perto de todo sonho

não havia por perto nada estranho

 

a arte aparecia em cada canto, um encanto

no jardim aparecia mais o amaranto

 

os portais marcavam a arte dos escultores

na estrada passavam cavaleiros admiradores

José Hilton Rosa

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.
CPP