E NO FIM, RESTA...

E no fim, resta...

 

Nosso encontro foi como um sonho,

algo que jamais pensei que aconteceria.

Acredito que é o sonho sonhado entre a

lua e o sol, algo puramente divino.

 

A magia estava no ar quando nossos olhos

se encontraram, nossas bocas se uniram

num beijo tão suave quanto a brisa fresca

de um dia de domingo de sol ameno.

 

Sei, que todo o cosmo conspirava para esse

encontro marcado pelas estrelas, e conspirado

pela lua, mãe dos enamorados.

Não havia música instrumental, mas ouvimos

sinos retumbarem anunciando o princípio de

um lindo e duradouro amor.

 

Flutuei ao ser tocada, delirei ao te dar meu corpo.

Foi tudo tão intenso e verdadeiro, que sei por

intuição que no céu os anjos cantaram amém.

Mas, parece que o ditado que diz: Tudo que é

bom dura pouco, é verdadeiro, e realmente durou

só o tempo para que eu percebesse que amar e ser amada

é algo imensurável.

Chegou sua hora de ir para o outro lado da vida

me deixando com as lembranças de um grande amor.

E, no fim resta... A saudade que me faz chorar de alegria

por ter enfim conhecido o que se chama de um

verdadeiro e eterno amor.

 

Luly diniz.

23/02/17.

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Maravilhosa Poesia - sempre ao teu lindo Estilo meNIna Luly Diniz! 

    NOSSOS CALOROSOS APLAUSOS!

  • lindo poema, Luly! bjs.

    • Obrigada Mena Azevedo Leite, prazer ter seu comentário.

      Uma feliz semana para você e todos desta casa de poetas e poesias.

      Beijos em cada coração,

      Luly.

  • BOA NOITE!!

    SEMPRE GENTIL, Angélica

    BJOSSSSSSS!

  • Grata!!

    BJOS DE LUZ Edith Lobato

  • Adm

    Aplausos Luly para teu belo poema.

    Parabéns !

    • Muitíssimo obrigada pela linda imagem amiga Marsoalex;

      também achei que ficou sem visualização,mas... Não deu para fazer

      algo tão lindo como a sua imagem,obrigada!!!

      Agradeço também pelas palmas,rsrsrs.

      Beijos no seu coração,

      Luly Diniz.

This reply was deleted.
CPP