Bem cedo, o banho calmo e tranquilo

Deixa o perfume no ar.

Com seu belo sorriso e  ainda com os cabelos molhados

Com a camisa jogada nos ombros

Mostrando seu dorso nu, que o torna ainda mais sensual.

Coloco o café sobre a mesa

Aquele cheirinho nos envolve e... com o olhar um no outro

Sorvemos a goles suaves, aquela bebida negra que encanta.

Encanta também a suavidade

Com que pega meus pés, e

Delicadamente os massageia 

Sinto um arrepio, quando suas suaves mãos vão mais acima.

Já quentes como a xícara de café

Suaves carinhos, mudam para ...

Delirantes afagos e beijos, quando ainda os lençóis 

Nem foram arrumados e nos recebe, com aquela velha mania

Envolvente...

Que só nós dois sabemos, onde termina

Carrega-me óh doce prazer, sem hora e sem pressa

A um lugar onde não existe hora e nem pressa

Para que essa felicidade só tenha o começo

E nunca o fim, em seus ouvidos

Cantei as belezas do amor, sem poupar adjetivos!

Veraiz Souza - 30/06/17

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

As repostas estão encerradas para esta discussão.

Respostas

  • Amor, e uma xícara de café uma boa combinação - mas se pedimos café quente não podemos deixa-lo esfriar poetisa Veraiz. Com a corda toda em mocinha rs rs rs. Ou melhor, dizendo uma caixinha de surpresa – gostei desse seu estilo libertino nos versos!

    • Nossa......rs

      Não quis ser "libertina" SAM, apenas amadurecer um pouco.

      Ainda bem que gostou deste meu poema.

      Tenho mais guardado na Caixinha de Surpresa....kkkk

      Valeu amigo poeta.

      Beijos carinhosos pra você.

      Veraiz

  • Ah... O Amor cantado - mais que cantado = SENTIDO = Na Alcova... Na Sala... Na cozinha... Em qualquer lugar... Basta SER AMOR!

    .

    (...) 

    Aquele cheirinho nos envolve e... com o olhar um no outro

    Sorvemos a goles suaves, (...)

    .

    Nossas Reverências às tuas Inspirações Menina de Limeira e adjacências desse rico Estado de SP - O Apóstolo das Artes!

    Calorosos Aplausos - gaDs

    • Ah...que bom sua visita Zeca, sempre muito gostosa e feliz.

      Que bom que decifrou e gostou de meu poema.

      Vcs da Casa dos Poetas são o máximo. Grata pelo incentivo de sempre.

      Limeira é uma cidade que cresce na Cultura, realmente.

      Grata pela visita e comentário caloroso.

      Abçs e beijos querido poeta dos poemas inusitados.

      Veraiz Souza

    • Oi Marsoalex sempre feliz com sua visita e honrada.

      Que bom que gostou de meus poemas.

      Me sinto muito feliz, pelo incentivo de sempre.

      Beijos e abraços à querida poeta que sempre me incentiva com seus comentários.

      Veraiz Souza

  • Parabéns, poetisa, poema lindo, primoroso, não poupe adjetivos ao falar do amor... Abraços, paz e Luz!!!

    • Oi Ilário uma honra a sua visita e comentário. Não deixarei nunca de falar de amor.

      É ele que rege nossa vida, não importa se alegre ou triste, basta que amemos uns aos outros.

      E o amor romântico é o que nos impulsiona.

      Grata pela visita e comentário.

      Abraços poéticos de Veraiz Souza.

    • Elzana Mattos querida, que bom que gostou de meu poema, fiquei muito feliz.

      Grata pela visita e comentário.

      Abraços de Veraiz Souza

This reply was deleted.
CPP