RENASCI...

 

 

 

RENASCI...

Renasci das mais negras cinzas apagadas

E renasço em labaredas...

Para um amanhecer de luzes

Brilhantes como o sol do meio dia.

Pude senti a brisa da manhã em meu rosto

O cheiro da relva ainda molhada.

Renasci com muito mais força

E vontade de viver em harmonia.

Trazendo o aprendizado de outras épocas.

Hoje posso dizer sou feliz, e assim quero viver.

E passar a todos a experiência do bom viver.

Renasci!

Eudalia Martins

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

This reply was deleted.
CPP