Não temos mais um beijo prolongado

Nossos olhos então se cruzaram

Logo nasceu tão grande paixão

Nossos lábios logo já se tocaram

Num beijo tão puro de emoção

Foi uma paixão arrebatadora

Que nada podia nos controlar

A vontade tão enfrentadora

De um mundo para explorar

 

Nossos corpos quando se tocavam

O fogo do amor logo se acendia

Tantos beijos e os corpos colavam

Na entrega de prazer, sempre fervia

Tantos abraços, beijos prolongados

Com uma vida nova para nós sonhei

Sonhos de prazer sem fim, meu amado

Tantas juras de amor ao luar, pensei

 

Mas tudo um dia devia ser cortado

Um grande amor eu renunciava

Por causa de julgamentos penalizado

Um pouco da vida eu entregava

Hoje só restam tristes lembranças

De um louco e grande amor

Na eternidade da esperança

Duas almas gêmeas em clamor

 

Ainda sonho com beijos prolongados

Mergulho na escuridão das madrugadas

Agora só coração triste e espinhado

 Grande paixão no baú na alma guardada

Grande sentimento povoa o coração

Nós Juramos para sempre carregar

A distância não vai matar a emoção

Nos pensamentos telepáticos vão voar...

(Norma Ap Silveira de Moraes)

 

 

 

 

 

Para adicionar comentários, você deve ser membro de Casa dos Poetas e da Poesia.

Join Casa dos Poetas e da Poesia

Enviar-me um email quando as pessoas responderem –

Respostas

  • Que pena passou o limite de linhas....

  • Lindo poema Norma

    Parabéns, gostei muito.

    Amei seus versos cheio de romantismo.

    Abraços poéticos de Veraiz Souza

  • Gestores

    Relendo!! ! Maravilhoso!  Parabéns!  

  • Gestores Adm

    Ficou maravilhoso teu poema, mas está com 32 versos. Fica fora da votação mas vai para o ebook.

    Parabéns pela linda inspriação.

  • Gestores

    Maravilhoso Norma! Parabéns!!!

  • Gestores

    Norma, seu poema é lindo! Mas, ultrapassou a quantidade de versos estipulado nas regras do grupo.

  • Gestores

This reply was deleted.
CPP